SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

domingo, 30 de outubro de 2016

ALEXIA DECHAMPS, ÀQUELA ATRIZ GLOBAL QUE DISSE QUE "PAGAVA O BOLSA-FAMÍLIA" DE NÓS NORDESTINOS, SERÁ QUE ELA MERECERIA O PRÊMIO QUE AS ÉGUAS RECEBEM?


       Quando vi numa reportagem o bafafá que procovou essa "atrizeca" brasileira, porém nascida na Argentina, Alexia Dechamps, confesso que não lembrava sequer que esse treco existia, mas existe sim e é feia de doer. Também pudera, com o preconceito com que na Câmara dos Deputados, tratou a nós nordestimos do tamanho cavalar e mentalidade de um grão de arroz, dá para entender que ela deve sofrer de complexo de feiúra ou então de Édipo, por não ter comido o seu pai. Sinceramente, até quando nós nordestinos vamos sofrer discriminação e preconceito desse povo recalcado, sem intelecto pensante e sem nada para ter a oferecer ao povo brasileito, por que nessa altura do campeonato, nem a "xoxota" dela serve mais para ser comida por quaisquer dos sexos nesse modelo de mundo atual, será que dá!?
         Não ia falar desse treco não, para não descer a esse nível tão desinformado e desintelectualizado dessa atriz global medíocre (também só podia ser da globo), mesmo assim, há de se pincelar alguma coisa sobre a sua vida, que na verdade, ela é descendente de russos, belgas e alemães, a atriz Alexia Dechamps veio ainda pequena para o Brasil e foi criada em Búzios, porque com certeza, se tivesse vindo tempos depois,  não se prestaria mais para nada, pela mediocridade que demonstra ser dotada. A carreira começou com a seleção para campanha da Calvin Klein, na qual participaram 300 pessoas - entre elas, Malu Mader e Maurício Mattar. Alta (1,76 metro) e esbelta, biotipo ideal de uma modelo, passou a trabalhar com grandes nomes da fotografia brasileira como J.R. Duran e Bob Wolfenson, isso certamente porque ainda não existia mulheres bonitas para barrar esse treco. Durante dez anos, manteve uma carreira de absoluto sucesso como modelo, desempenhando trabalhos no Brasil e em outros diversos lugares da Europa e da América Latina, como Paris, Milão, Espanha e Argentina. Apesar de todo esse suposto sucesso, mesmo assim pelo visto, não aprendeu uma coisa na vida: ter dignidade e respeito ao próximo, porque não tem alma, muito menos espírito. É uma vaca atolada vazia.
        Também pelo visto, sucesso não faz mais e se fizer, quem sabe por um ato de caridade, porque pela pequenez que demonstrou possuir na Câmara dos Deputados, se bem que, trocando uns nos outros, são uns merdas também, mas ferir a nossa dignidade nordestina, aí é que não dá para engolir sem cuspir.
         A essa altura do campeonato, essa tal de Alexia Dechamps, deveria voltar para a Argentina, onde nasceu, ou para a Rússia, Áutria, países onde tem ligações sanguíneas, que quem sabe por lá, se ela fosse soltar pérolas preconceituosas como as que se reportou a nós nortestinos, quem sabe se não tomasse um chá de sumiço. Por enquanto, esse povo brasileiro ainda está sendo muito complacente e ordeiro, mas para àquelas bandas, o toque é diferente e não tem boquinha não, viu Sra. atriz de meia-tigela global, Alexia Dechamps, que no ocaso do esquecimento, quer fazer por onde aparecer atacando e sendo preconceituosa contra nós nordestinos! Vai procurar uma lavagem de roupa ou então um cavalo bem dotado, que certamente e disso que você precisa, sua vacazinha de merda!          

Nenhum comentário: