SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

COMO APONTAR O DEDO SUJO, QUEM É MAIS SUJO DO QUE PAU DE GALINHEIRO?


     Sinceramente, gostaria imensamente de saber, quem é que pode sair por aí chamando os outros de ladrão, cabra safado, nojento, inescrupuloso, irresponsável, roubou, quebrou o Brasil, enrolou o seu povo, quem será que pode, hein, minha gente? - Acredito piamente se formos contar os dedos, talvez não cheguemos a completarmos a contagem dos dedos que temos em nosso corpo, levando-se em consideração os dos pés também. Na verdade, se bem olharmos para nós mesmos, todos somos em maiores ou menores graus, corruptos da mesma forma que qualquer outro de carteirinha deste nosso país.
    É justamente aí, que fico indignado diante de tanta patada, tantos achincalhes, tantos insultos, revoltas, ódios, que estão sendo capitaneados e voltados justamente contra o único ex-governante do Brasil, ou seja, Luiz Inácio Lula da Silva, o nosso conhecido LULA, o que considera uma abominável falta de bom senho e de memória desse magote de desavisados. Ora caríssimos senhores e senhoras, será que foi o ex-presidente boia-fria, o responsável por todas as mazelas que atribuem a este nosso país? - Será que não tiveram outros que da mesma forma também contribuíram, que saquearam, roubaram e esculhambaram com esta nação brasileira? - Por que só o nosso Lula? - Será que é por ele ter vindo lá de baixo, da classe pobre, da ralé que se deu bem na vida, é isso? - Será que a maioria do povo, inclusive conterrâneos do próprio Lula, estão movidos pelo preconceito, pela ira e que canalizaram todo o ódio do qual estão sendo movidos contra o único presidente que foi capaz de trazer algo de positivo para a própria pobreza, muitas das quais, atiram hoje, pedras contra o próprio protetor e benfeitor? - Sinceramente, sinto-me indignado e decepcionado com tanta gente imbecil e idiota que existe neste nosso país.
    O que acho mais interessante, é que grande parte das  pessoas, nas redes sociais, buscam apontar, mirar e atirar as suas frustrações pessoais, levadas  pelo inconsciente coletivo plantado pela classe dominadora e pela mídia nazi-fascista e aí, grande parte acredita que tudo que é dito por essa mídia e pela classe dominante, é verdade mesmo, e a partir de então, passa a destilar o seu ódio em quem durante o período de sua vida, sempre buscou fazer o melhor que pode para os mais humildes e necessitados deste país. Basta olhar que nos grotões brasileiros mais longínquos, sequer um bico de luz tinha ou existia para iluminar uma rude casebre, e hoje, até geladeira e televisão praticamente todas as famílias pobres possuem; muitos não tinham acesso à educação de níveis mais elevados, porém depois da era Lula, muita gente pobre está sendo formada nos em cursos superiores que antes só era privilégio dos ricos e da elite dominante, entre tantos outros. Falam da esmola que se dá aos pobres e atiram insistentemente, até mesmo gente de origem nordestina que há muito tempo está em São Paulo e, como um abestado qualquer, se sente paulistano sem ser porra nenhuma, se volta esse tipo execrável de gente, contra nós nordestinos, como se fôssemos os únicos beneficiários dessa esmola, quando se sabe que os mais pobres de todo o Brasil são beneficiários também. Mas por que só olha para o Nordeste? - Se for fazer as contas, se destina muito menos para programas sociais, do que escancaradamente se rouba neste país, ou não!? 
     Dizem até que Lula só ganhou as eleições dele, por causa do Nordeste, o que na verdade é uma grande mentira, porque ele teve voto em todo o Brasil, em todas as classes mais pobres e necessitadas e, apesar de toda essa campanha negativista contra a sua imagem, ainda assim, ele poderá ser o nosso presidente pela terceira vez e com certeza, embora num país preconceituoso e divido, ainda assim, tem muita chance de ganhar e fazer mais uma vez outro grande governo.
       Que os anti-lulistas não se aperreiem não, minha gente! - O Brasil não precisa dessa elite pobre, ladra e preconceituosa não! - A gente precisa de pessoas que tenham sentimento de mundo, isso sim!

domingo, 19 de fevereiro de 2017

OXENTE!, "MININO, SOU NORDESTINO, CABRA DA PESTE!


Oxente! - Indignado exclamo!
Não deixo minhas origens,
Quem as nega não merece
Um recado de te amo!

Nordestinado eu sou
E digo com muito orgulho
"Minino", sou nordestino
Cabra decente, arretado
Que não aceita desatino!

É esse o meu destino
Sou flor de lácio do Agreste
Do Sertão, cabra da peste
E não sou de ser mofino!

Brabo também não sou!
Mas não mexa comigo não,
Numa serpente me viro
Como o diabo no Sertão!

Fico arretado pra peste
Quando dizem o outro lado
Que se vive esfomeado
E esmulanbado se veste.

Que coisa mais sem noção
Esse povo que se diz irmão
Deveria buscar o cão
E viver noutra nação!

Não preciso de esmola!
Nem da tua educação
Porque em minha sacola
Já existe muita cultura, educação e o pão!

Se for bem se reparar
Não dá sequer pra trocar
O Nordeste pelo Sul
Porque temos tudo a sobrar!

Só não nos livramos da seca,
Essa cobra pestilententa
Mas com jeito a gente vence
Essa fase sagaz que atormenta.

Mesmo assim torno a dizer,
Sou nordestino de raça
Cabra macho e arrretado
E isso não há quem desfaça.

A característica de um povo
Ninguém pode tirar não
Porque o que mais virá de novo
É um nordestino governar, esta nossa nação!

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

TEM GENTE QUE É CEGA MESMO E NÃO VER QUEM NÃO QUER!


    De um modo geral, o povo tem uma visão apequenada sobre os fatos realísticos que estão à frente de seus olhos, mas por fatores de intelecto encefálico, não veem porque mesmo não querem. Às vezes até, intencionalmente, para não dar o braço a torcer, vez que, pode vir a ferir posições antagônicas e imbecis, que em muitas circunstâncias, mesmo reconhecendo que estão errados, ainda assim, não querem abrir mão daquilo que imaginam ser o certo. 
      Fatos dessa natureza, não são coisas novas, tampouco dessa ou daquela comunidade ou determinado círculo geográfico onde se formam aglomerados de pessoas com identidades semelhantes, porém jamais iguais, porque igualmente iguais, jamais existirão pessoas dessa forma. Tem que haver as diferenças, porque senão, não existiriam as mudanças, o pensar dessa ou daquela forma, o ato das ações de cada pessoa e isso, de certa forma, faz parte da democracia, agora, ser burro intencional diante de determinadas realidades que saltam aos nossos olhos, aí não dá para entender ou aceitar. Porque uma coisa é ser ingênuo, inocente útil, babaca mesmo. Outra, é a gente buscar ver o mundo, as coisas em nossa volta, como elas realmente estão sendo apresentadas e como são de verdade. Permanecer na cegueira intencional, no meu entender, é nunca querer jamais sair da mediocridade em que sempre viveu, porque o ser humano sempre deve abrir o seu olhar, os seus olhos, para o que acontece ou aconteceu em determinado momento histórico da vida da gente e de um povo.
      O que a gente pode perceber, é que existe uma gama de pessoas, que se engana porque gosta, tem prazer, sente-se num mundo de êxtase em viver num pseudo-mundo encantado de mundo de fadas, o que só existe mesmo no imaginário de quem pensa e imagina dessa maneira. A realidade, minha gente, não é todo mundo que tem o poder de ver, visualizar na sua concretude, para ver realmente o que aconteceu e o que acontece em determinado momento histórico de nossas próprias vidas e na vida de um povo.
   É assim mesmo que acontece em muitas cidades pequenas, a exemplo de minha própria, Buíque, aonde existe um magote de pessoas, que só veem mesmo o que lhes convém, porque apesar de ter olhos que um dia a terra haverá de comê-los, mesmo assim, só buscam visualizar o que bem querem e entendem. Então tentar explicar, querer mudar a mentalidade desse povo, é coisa dificultosa e que não vale à pena tentar, porque pode demorar mais de duzentos anos e essa pisadinha vai ser a mesma. A própria história do lugar nos tem mostrado isso e veja que nossa terra, a primeira pedra fundamental, que poucos conhecem, foi dada por Félix Paes de Azevedo, nosso fundador, em 1752, quando doou mil braças quadradas de terras de sua fazenda, para construção da Igreja Matriz de São Félix de Cantalice, certamente, para garantir um lugar no Céu, o que acredito, se restar ainda cinzas dele, esse lugarzinho ele não chegou a conquistar não senhor! - Que Deus dê um pouco mais de compreensão e intelecto ao nosso povo!

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

QUANDO O INVERNO CHEGAR, O QUE VAMOS FAZER, ENQUANTO A SECA NÃO PARAR?


  Quando será que a chuva chega, e o inverno? - Sinceramente, não sabemos. O certo é que, aqui em Buíque, no mês de maio, geralmente, a época do inverno que se prolonga até meados de agosto, das paisagens neblinadas, com àquela visão ofuscada pelas nuvens tocando no chão, e aí sim, se pode dizer que o inverno chegou, além daquele gostoso friozinho para dormir, curtir e se amar mais gostosamente com quem você deseja e ama. É assim essa época de Paris em Buíque ou semelhante à nossa querida Garanhuns. 
     Depois de um ciclo de seca causticante pela qual a gente vem passando, que já perdura dos mais de cinco anos consecutivos, difícil se imaginar na chegada do inverno, mas no geral, mesmo com essa seca  medonha, ele sempre aparece. Às vezes com uma profundidade que não se chega a ver uma pessoa a poucos metros de distância, ou nem tanto, mas na verdade, sempre vem o período de inverno. É gostoso de vivenciar essa época, embora ainda, não tenhamos chegado a um denominador comum, de como se tirar proveito turístico desse curto período, pelo menos com uma festa, uma atração, um movimento propício para esse valioso lapso temporal de inverno. Sempre insisti que esse período fosse implantado de vez, com a ajuda do poder público municipal, de um ciclo festivo e cultural, para se aproveitar esse fenômeno da natureza, de forma a movimentar nosso povo, inclusive da região, fazendo com que, venha emprego temporário e renda, já que as fontes de base econômica de nosso município, com a seca, praticamente inexistem, que são a agricultura e pecuária. 
  Na atualidade, se quisermos implementar planos de desenvolvimento alternativos, é justamente nos focarmos no desenvolvimento turístico, tanto no turismo ecológico do Parque Arqueológico Vale do Catimbau, além  de outras importantes áreas de pontos turísticos que temos, a exemplo de belas áreas de cachoeiras na região do Sítio Mulungu, entre outros pontos que devem entrar no nosso roteiro turístico da natureza, para quem gosta dessa prática, que na verdade, não são poucas as pessoas que adoram tais práticas em todo o país. O importante é fazermos um roteiro, incluirmos um calendário, para que assim, possamos fortalecer nossas fontes possíveis de desenvolvimento e nosso potencial que hoje é focado na área turística e cultural, sem perde de vista, claro, a base econômica centrada na agropecuária.
      Por seu turno ainda, não podemos deixar de lado, a nossa rica cultura, em que nada tem sido feito, se não houver a ajuda do poder público, na área de manifestações culturais de qualquer natureza, porque nesse nicho, temos muitos valores adormecidos e pelo visto, até o presente momento, não teve ninguém que viesse a dar um empurrãozinho, o merecido valor, para que possamos desenvolver a nossa cultura na arte de escrever, de belas artes, do nosso rico artesanato, nas manifestações dos pifeiros, dos zabumbeiros, nas culturas de raízes, como samba de coco, dos quilombolas, nos índios Kapinawás, entre tantos outras manifestações que ainda poucos tem disso conhecimento. Então nada mais importante do que nos voltarmos para o nosso desenvolvimento turístico e cultural, já que a seca não nos deixa fazer outra coisa, até quando o inverno chegar, para que possamos fazer e nos amar. Tive a ousadia de fundar a primeira Academia de Letras e Artes de Buíque, a ABLA, em 23.10.2014. Fizemos um movimento cultural no ano desde então, até final de 2015, sem a ajuda praticamente de ninguém, mas fizemos. Em 2016, paramos, porque em ano político, ninguém faz mais nada, a não ser a danada da política, porém neste ano de 2017, com toda certeza, vamos voltar a movimento a nossa ABLA e voltarmos a colocar a nossa cultura para funcionar, junto com o povo, como inicialmente nos propusemos.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

A MÍDIA, DE UM MODO GERAL, É SEMPRE CONIVENTE COM ALGUMA TENDÊNCIA, ALGUMA LINHA DE PENSAMENTO E ATÉ MESMO, PARTIDÁRIA, ENTÃO POR QUAL RAZÃO OS BLOGUES SERÃO DIFERENTES!? - QUANTOS BLOGUES FRANCO-ATIRADORES EXISTEM POR AÍ, HEIN, MINHA GENTE!?


    Hipocrisia à parte, porque não sou de permanecer calado, quando vejo a, b ou c, dar uma opinião destoante com a realidade palpável e visível com a qual nos deparamos em nosso dia à dia. Alguém chegar para mim, para dizer que não é parcial, não é venal e se porta de maneira livre e independente, quando se trata de suas postagens nessa ferramenta tão importante no mundo pós-modernista atual, que são os blogues, sinceramente, não dá para digerir tais aleivosias, porque na verdade, não passa de palavras ditas ou escritas, da boca para fora. Na verdade, tenho visto muita gente de rabo preso a essa ou àquela facção política ou estamento social mais elevado, desde que esteja mamando do poder ou da socialite, e sendo partícipe de alguma fatia do bolo da divisão de cargos públicos ou recebendo vantagens em pecúnias, de uma casta social, enganando-a, fazendo-a de besta. Na verdade, essa gente metida à besta, gosta mesmo de ser enganada. Disso posso falar com propriedade, que posso até ter elogiado e elogio quando merece, quando quem está no poder de mando local ou universal, ou mesmo em determinado estamento social, quando faz algo de positivo para um nicho de pessoas ou à população mundial e isso, dou com toda a propriedade e independência possível, a minha opinião, afinal de contas, opinar é justamente o meu "livre pensar é só pensar". 
     Posso até errar naquilo que digo em minhas publicações, mas ser cabedal, fariseu, puxa-saco e babo-ovo de quem quer que seja, isso nunca foi e jamais será o meu papel enquanto detentor de um veículo de comunicação dessa magnitude, em tempos dessa avassaladora febre das comunicações tecnológicas, que a cada dia sai uma novidade, então o que fazia numa rústica publicação na base de confecção de uma palavra, letra por letra, anos passados, através de um linotipista, isso a gente faz em segundos num teclado de computador, então da mesma forma como tinha uma linha editorial a me guiar, com certeza ainda continua viva dentro de mim da mesma forma: a liberdade de pensamento e dizer o que bem quero e entendo. Claro, que de conformidade com determinadas circunstâncias, evidentemente, por questões de ordem pessoal e de fidelidade que devemos ter por imposição de determinadas posições que a gente faz opção no cotidiano da vida da gente, se tem que se abster de publicar determinados fatos, mas para isso, nunca vai deixar de existirem quem esteja sempre insatisfeito com alguma coisa para ter ou ser induzido pelo abandono, a ter as suas próprias opiniões, movidas muito mais por insatisfações do que pela razão, e disso ninguém vai vetar, sustar ou proibir, afinal de contas, não estamos de forma alguma, no mundo das censuras.
     A mídia, quando se diz independente e imparcial, que busca de forma tosca, em grande parte, demonstrar a realidade dos fatos e a suposta verdade, pode causar estragos jamais recuperáveis para um povo ou pessoas, de forma isoladamente e aí sim, quando se dá conta do estrago provocado, não há mais como voltar ao status quo ante, ou de recuperar absolutamente nada, porque se os danos irremediáveis já foram causados, como recuperar alguém ou um grupo de pessoas, que foram atingidos de morte, com um petardo mortal, que jamais trará de volta o que antes se tinha como um modo de vida e de viver!? - É assim que funciona os meios midiáticos. Eles tem lado sim. Ou estão do lado do bem pensando que realmente é o bem, ou do mal, imaginando que é o bem maior. É assim que acontece nos meios mediáticos globais e é assim da mesma forma, nos meios menores, sem perderem as suas importâncias, o que difundem, em muitos casos, ainda mais equivocadamente, sem uma narrativa correta da língua pátria, os blogueiros, porque, gente, o que tem de blogueiro analfabeto de pai e mãe por aí, não está no gibi. Como se trata de um domínio de um vasto meio de comunicação livre e liberto, sou mais do que favorável de que, qualquer pessoa, mesmo que não domine coisíssima nenhuma a língua-mãe, tenha o seu hospedeiro numa rede internetária qualquer, para poder divulgar o que escreve e pensa, em muitos casos, confuso, mesmo assim, é um direito de cada um, porque os atuais meios de comunicação, não tem dono, tampouco um controle rígido, senão, nada seria democrático.
     Não se pode dizer em hipótese alguma, que sou um dominador da arte de escrever, isso seria esnobismo e hipocrisia de minha parte, mas no que posso, busco sempre fazer um narrativa dentro do figurino da língua pátria e da gramática, senão, não buscaria escrever absolutamente nada, porque escrever por escrever, sem que ninguém entenda o que o sujeito quis transmitir, melhor então, mudar de ofício, porque escrever bem, falar bem, é ter um bom domínio na língua, e saber se articular bem com as palavras e isso, camaradas, infelizmente, não é um mister de todo mundo. Pode até existem blogues com milhares de acessos e ganhando em euros ou dólares, mas jamais terão o reconhecimento de quem realmente é o melhor em termos de qualidade do material que publica. Faço e edito o meu blog, mais como um motivo de gosto no que faço, na motivação que me leva a escrever, mas de alguma forma, a gente tem que fazer um balanço e escrever, publicar e também, ganhar não só o reconhecimento daquilo que fazemos, mas ganhar vantagens em pecúnia da mesma forma que muitos ganham, não como francos-atiradores, como acontece com muitos blogueiros, inclusive famosos e que estão na mídia todos os dias, que não chegam a publicar uma matéria seja qual for e sobre quem quer que seja, sem alguma alta moeda de troca, esta é a verdade dos blogueiros, que muitos querem buscar esconder.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

COMO É QUE MUITA GENTE SE DEIXA LEVAR POR ENGANAÇÕES, ILUSÕES E COMENDAS COMPRADAS QUE NADA SIGNIFICAM?


    Desde que o mundo é mundo, que existe gente besta, tola para tudo.Quando as civilizações ainda não dominavam muito o conhecimento, até que era compreensível, porém num mundo aonde se tem praticamente acesso a tudo que se passa, não existe justificativa palpável para muitos se deixarem levar por tolices, enganações, farsas e mentiras, em que se busca criar fatos, situações, condições, condutas, notoriedades, que no mundo real das coisas e dos fatos, jamais existem ou existiram. Pode até ser que uma ou outra pessoa, seja merecedora de reconhecimento, mas sinceramente, fazer muita gente ser enganada e com isso, querer que outras mais pessoas, venham a deglutir gato por lebre, é querer enganar e ludibriar parte de um nicho populacional que se diz esclarecido, e que acha que se encontra num patamar social mais elevado quer na riqueza, na capacidade criativa ou no domínio daquilo que na vida faz ou busca fazer, nem sempre da melhor forma possível, o que não traduz bem a verdade nua e crua.
    Em época pretéritas, era muito comum, se adquirirem comendas de condes, duques, comendadores, um lugar garantido no Céu, como pagamento de pecados cometidos na terra, como já existiram aqui mesmo em nossa região. Ora, a coisa é tão patética, que o ex-prefeito de Arcoverde, Julião Guerra, querendo fazer chacota a um desses figurões, outorgou um título de cidadão ao famoso "Zé Bodega", da vizinha cidade de Arcoverde, mas foi somente para provocar e fazer aindamais intriga, com o seu desafeto, demonstrando assim, o seu desapreço e menosprezo, que ele, Julu, sentia pelo seu principal adversário político na Terra do Cardeal, que ele alcunhava de a "elite falida de Arcoverde". Interessante é que essa moda vem pegando em cidades menores, com a venda, seja lá a querm for, de algumas comendas de "melhores" disso, daquilo, sem sequer se ter o devido conhecimento de que essa ou àquela pessoa é realmente merecedora de "certas" titularidades. Mesmo assim, se busca fazer uma festa de gala, entrega das comendas, embalada por bebidas, glamour de matuto, tudo isso para receber uma titulação de zero vezes zero, porque em nada significa para o curriculum dos agraciados, que de certa forma são cartas marcadas, bastando tão-somente, adquirir o seu "titulozinho" e pronto, está reconhecido o(a) agraciado(a) ocasional que tem o seu brilho momentaneamente, para colocar um pedaço de papel na parede, e só, nada mais que isto.
     Deveriam nessas promoções que ninguém sabe por quais meios, metodologias, se criarem comendas de comendadores, duques, duquesas, entre outros destaques, sem nenhum demérito, para a melhor lavadeira, o melhor agricultor, o gari de destaque da cidade e coisa e tal, porque eles também são merecedores. Agora só um fator: eles certamente não teriam dinheiro para bancar a compra de tais titularidades, daí ninguém mais aparece. Por isso mesmo, avesso a esse tipo de coisa, só desejo o reconhecimento se assim o fizer por merecer. Receber algo, só para aparecer, brilhar num relampejar de algaroba, sinceramente, é o mesmo que enxugar gelo. Não dá para assistir a tudo isso anos à fio e ficar calado. Está na hora de acabar com essa enganação, ou então fazer, promover a coisa com maior seriedade, porque já basta de tanto o povo ser iludido por vivaldinos que só buscam em cima de inocentes e tolos, ganharem dinheiro, e só!
     Para o reconhecimento da capacidade e ação de uma pessoa, não é necessário de nada disso, porque muitos dos "destaques" dessa ou daquela categoria, que me desculpem, é para morrer de rir. Não queria tocar no assunto, mas mesmo pessoas esclarecidas, se deixam levar e enganar por esse tipo de coisa. Gente, claro que em todo lugar merece que se movimente a sociedade, o social, porém a questão é se ter mais criatividade e seriedade, para a movimentação social, que de certa forma, gosta e quer simplesmente aparecer, esta é a realidade, nada mais que isto e, se alguém se sentir atingido, que vista a carapuça ou então, vão lá no andar de cima, pedir algumas lições ao famosíssimo colunista social, Pedro Júnior, que abrilhantou festas sociais marcantes em Arcoverde, certo camaradas!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

LAVA JATO, PASSAGEM PARA A LIMPEZA DO BRASIL? - QUANTA ILUSÃO!


       Ora, minha gente, ledo engano quem imaginar que a operação denominada de Lava Jato, vai passar o Brasil à limpo. Já tivemos noutros carnavais, escândalos bem maiores, como o envolvendo Getúlio Vargas, na década de 50 que, através do deputado federal pelo Rio de Janeiro, Carlos Lacerda, que ganhou as manchetes nacionais e internacionais, que na época se resumia tão-somente à imprensa escrita, através dos rádios e timidamente, da televisão em preto e branco, mas ainda assim, era capaz de fazer grandes estragos, como o escândalo que envolveu o presidente da época com a mesma Petrobrás de hoje, que terminou em seu suicídio e na sua carta-testamento, que faz parte de nosso glossário histórico brasileiro. Mesmo antes, nunca deixaram de existirem escancarados escândalos e crises e depois desse fato, da mesma forma, continua do mesmo jeito. As roubalheiras nunca deixaram de ter um refreamento em todos os setores da vida do brasileiro.
     Então quem imaginar que a operação apelidada de Lava Jato, como uma insinuação ou de lavagem de dinheiro público saindo pelo ralo ou para lavar o Brasil, passando-o de vez à limpo, vai ficar extremamente decepcionado, porque operação alguma, é capaz de passar um país corrupto por natureza, de um povo com a mentalidade corruptiva, que elegem representantes da mesma forma, além de que, em todas as esferas do poder, a corrupção está incrustada como uma raiz maldita e difícil de ser extirpada do cotidiano da corrupção da vida do brasileiro e isso, não é somente na iniciativa pública não senhor, porque nos negócios privados, quem puder roubar pouco ou muito age dessa forma, do mesmo jeito. É algo que está intimamente ligada à mentalidade do brasileiro, ser corrupto por natureza. Até a própria pessoa que escreve um texto ou tenta ser diferente, não pode se dizer cem por cento honesto e não corrupto, porque por mais que você queira, de uma forma ou de outra, você também é um corrupto enrustido, ou não é? - Faça uma análise introspectiva de sua medíocre vidinha e veja se você não está inserido no rol dos corruptos brasileiros, porque a corrupção é coisa de nossa formação moral e social.
    Não existe juiz tipo Sérgio Moro, que quer imitar o italiano Aldo Moro, que terminou com a boca cheia de formiga, que vai consertar o Brasil, como também, não consertou a Itália. Ademais, há de se destacar, que o juiz italiano na década de 80 para 90, não era parcial, não importava a quem atingir, mas já o nosso "Aldo Moro" à la brasileira, já demonstrou que é parcialíssimo com determinadas pessoas e políticos e sinceramente, não é capaz de estar na frente de uma operação dessa envergadura, porque é corrupto da mesma forma de quem ele está buscando condenar, antes mesmo da confirmação de provas cabais e irrefutáveis, aplicando penas pesadíssimas e colocando muita gente na cadeia, quando grande parte desse pessoal, ou é vítima de provas forjadas ou se tem culpa no cartório, não chega na dimensão que esse alcaguete de juiz vem dando demasiada ênfase em sua mentalidade de bunda de menino, mancomunando com uma mídia fascista que faz da mentira verdade e desta, mentira. É assim que funciona mesmo, tanto o nosso tacanha judiciário, quando a nossa mídia altamente perigosa e destrutiva. Aí de um de nós, cair nas malhas da mídia, que tem o poder muito além de um poder judiciário, para acusar, instruir suas elucubrações com inverdades e, quando o sujeito cai nas malhas da justiça, já está condenado por antecipação. É assim mesmo que funciona e quem provar o contrário, que o faça!
    Tenham a convicção, como tenho eu mesmo, que essa operação Lava Jato, não vai passar de falácias e mais falácias, condenações, delações "premiadas", acusações, muitas delas infundadas e vai terminar com muita gente condenada, presa e no final de contas, não vai dar em porra nenhuma e o Brasil, pobre Brasil, ainda que se adiante mais duzentos anos para o futuro, ainda assim, não vai ser passado à limpo. Esta é a verdade nua e crua que vem na minha convicção e no meu olhar e o resto, que vá para a casa do caralho!