SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

quarta-feira, 22 de março de 2017

A POLÍCIA FEDERAL E A JUSTIÇA, SÃO TAMBÉM RESPONSÁVEIS PELO BURACO CADA VEZ MAIOR QUE O BRASIL ESTÁ ENTRANDO


               Por um lado, nada mais importante, do que realmente passar o Brasil a limpo, só que, essa história já vem se protraindo no tempo, desde que me entendo de gente, e a ladainha ainda continua a mesma de sempre. Claro que precisamos mudar nossa forma de agir e de pensar, mas o que está incrustado na cultura brasileira como se fora um câncer incurável, é coisa difícil de se sarar e quase impossível de se reparar, mas por imperativo moral, se faz necessário que essa cultura, implantada no inconsciente coletivo de nossa população, de nossas instituições, na iniciativa privada, indubitavelmente, mudem de uma vez por todas, senão jamais sairemos desse buraco cada vez maior em que estamos nos afundando.
               A gente tem percebido, que acredito de que ninguém é burro o suficiente para não perceber, que desde a deflagração dessa Operação Lava Jato, lá nos idos de 2014, que se formos medir milimetricamente à fundo, com toda certeza, pode ter trazido mais prejuízos do que benefícios para o nosso país e a nossa gente. Primeiro, em face das operações holiwoodianas levadas à cabo pela Polícia Federal, em que execram publicamente num primeiro momento, pessoas meramente acusadas e grandes empresas, levando estas à condenações pesadas e essas empresas, à falência, à quebradeira generalizada e, via de consequência, contribuindo para o desemprego, porque cada empresa de grande porte que quebra, quantos desempregos não provocam, hein minha gente? – Num segundo momento, vem as delações premiadas (diga-se de passagem, “dedos-duros”), em que o sujeito preso, acusado de ter cometido algum crime de lavagem de dinheiro, de improbidade administrativa, de enriquecimento ilícito, de formação de quadrilha, entre outros, diante da vulnerabilidade e com a mente fragilizada, em que de repente se ver impedido de seu sagrado direito de ir e vir livremente, com certeza ele vai apontar culpados para tudo que é lugar e aí, a história pode ser demasiada alterada diante de tais fragilidades psicológicas em que se está vivenciando um momento da vida de pessoas que em parte são responsáveis até o pescoço, outras talvez medianamente e outras, só por ouvi dizer e aí, sinceramente, não tem quem não delate até mesmo Jesus Cristo para poder se ver livre de uma prisão, mesmo que seja obrigado e permanecer prisioneiro em sua própria residência. Então minha gente, a coisa, a se pensar em profundidade reflexiva, é extremamente séria e aí, há de se perguntar, até que ponto essas investigações para se posar de mocinho nos holofotes midiáticos, ávidos por massacrar mais uma pessoa ou empresa diante da população, pode trazer de prejuízos para o país de um modo geral, hein minha gente? – Não dá para acreditar que isso possa acontecer, porque em muitos casos, as investigações, estão sendo conduzidas com extremada irresponsabilidade, daí só vem a prejudicar o país, provocando dor em muita gente, contribuindo para indiciar muita gente em penas pesadas e, por tabela, o desemprego, quando levam grandes empresas ao descrédito total, quebrando-as e causando o desemprego, porque empresa desacreditada, jamais será contratada por quem quer que seja. Veja aí minha gente, o caso dessa última operação denominada de “Carne Fraca”, pela Polícia Federal, em que dentre as mais de 5 mil empresas existentes no país, só investigaram em torno de 50 e, o que foi encontrado, o alarde midiático que foi feito, generalizou e quem vem pagando o pato, são outras empresas de condutas ilibadas e aí o prejuízo para o país nesses últimos dias, tem sido enorme, basta observar a queda das ações de muitas empresas desse ramos, nas bolsas de valores, de São Paulo e de Nova Iorque. Realmente, essas ações holofóticas, são extremamente perigosas e prejudiciais à muita gente. Com isso, quantos desempregos não vão ainda mais ser provocados?
               Num terceiro momento, com a Justiça que temos, que acredita está passando o Brasil à limpo, só que tudo não passa de uma farsa, principalmente com juízes-deuses, a exemplo de um Sérgio Moro, que só condena um lado e absolve um outro, está contribuindo sobremaneira nessa conspiração para quebrar de vez o nosso país e isso, a gente percebe, com a manipulação midiática, em que, basta que um acusado seja indiciado pela Polícia Federal e denunciado pelo Ministério Público Federal, que também tem a sua participação como coadjuvante principal, já passa a tascar o indiciado inicialmente, que não passa de um acusado, a réu, condenado por antecipação e, mesmo sendo denunciado, ainda continua acusado, mas pela mídia, que joga na mentalidade do inconsciente coletivo popular, de que o mero acusado, já é um réu e, nessa condição, culpado com todos os pontos nas tintas impiedosas e desta feita, muitos já estão condenados por antecipação, causando, desta feira, muitos danos irreparáveis neste país, com a chancela da Justiça, com início premeditado da Polícia Federal, que estão prestando um grande desserviço ao Brasil, imaginando que estão passando o país à limpo, só que, dentro dessa mentalidade cultural, dificilmente nosso país chegará a esse patamar. Pode até melhorar, mas as práticas corruptivas, continuam a todo vapor sendo praticadas, só mudando as suas formas de serem praticadas, esta é a verdade.

               Enquanto isso, muitas pessoas que deveriam sequer serem indiciadas, denunciadas, o são, e muitas empresas, pelo show business que montam, estão quebrando em pedaços que jamais serão juntados e com isso, o desemprego aumentando e aí como não tem em quem colocar a culpa, se responsabiliza justamente os governantes anteriores, porque acredita o atual governo golpista, liderado por uma Ali Babá e mais de quarenta ladrões, estão afundando este país ainda mais, colocando de vez, no fundo do poço negro, mas como o nosso país é fácil de ser recuperado, com certeza com um governante forte, que poderá vir a partir de 2019, certamente muita coisa mudará neste país esculhambado, desnorteado, perdido e desmoralizado na noite com uma proxeneta qualquer, chamado simplesmente de Brasil, em que essa Justiça tacanha que temos, tem muita responsabilidade, juntamente com os demais poderes em conluio, pelo que estamos vivenciando, esta é a realidade palpável que quem tem visão pode ver com clareza solar.

domingo, 19 de março de 2017

ESPAÇO POEMANDO - AMIGO EIS O RECADO!


AMIGO EIS O RECADO!

Amigo vou dizer!
Amigo vou lhe contar
Do jeito do meu não querer
Tudo vai mesmo se lascar!

Esse povo no poder
Só quer mesmo arrombar
Mandar o povo se foder
E o Brasil se arrasar!

Não se deixe iludir,
Com falsas promessas não!
Que ninguém vem lhe acudir
No golpe da contramão.

E gente em debandada
Sem senso e ignaro
De cabeça embolada
Querendo até um Bolsonaro!

Imagine minha gente!
A que ponto se chegou
Parte perdeu a mente,
A outra degringolou!

Desse jeito não vai não!
O povo está perdido
Muitos ficaram sem noção
À ermo nesta Nação!

Por isso vai meu recado
Seja um cabra macho,
Não veja enviesado
Não seja só mais um safado!

A luta é nossa arma
Não adianta chiar,
Se foi há muito a calma

Só resta estropiar!

sexta-feira, 17 de março de 2017

PREFEITO DE MUNICÍPIO, SÓ NÃO TRABALHA SE NÃO QUISER!

Praça da Vila do Catimbau hoje, diferentemente do verdadeiro estado de abandono que era meses atrás.

    Toda administração pública de entes federativos, a exemplo de municípios como Buíque, quando o antecessor é derrotado, a bagaceira que fica, é generalizada, como ficou nosso município, apesar de que, de qualquer forma, mesmo que tivesse ganho, a sua candidata iria enfrentar uma situação similar, de verdadeira terra arrasada e com toda certeza, já teria rompido com o seu apoiador, como sempre fora sua vontade, apesar de sempre se manter discreta em sua posição de vice-prefeita, para poder ganhar o seu apoio, assim mesmo, não chegou a lograr êxito em sua campanha, porque o desgaste de quem destruiu Buíque, era demasiadamente grande, daí que, quem ele apoiasse, com toda certeza seria derrotado, não para qualquer um,  mas para uma personalidade pública estruturada, como sempre foi o atual prefeito, aí, diga-se de passagem, a coisa foi diferente e redundou em sua avassaladora vitória.
        É mais do que evidente que, numa situação em que Buíque foi encontrado, o caos dominante em toda região geográfica do município, o sucessor, com a responsabilidade que deve ter, não poderá jamais ficar de olhos fechados e de bico calado, porque senão, poderá ser conivente com tudo de ruim, ilegal e irresponsável com que trataram a nossa gente, que não merecia de forma alguma, ser governada com coisa pior, mas como geralmente isso sempre acontece por estas plagas, o imprestável em determinadas circunstâncias, vem a ser tido como aprovado pelo eleitor, de formas espúrias, repugnáveis e ilegais, mas vem, e isso é um mal maior que deve ser combatido, mesmo que dure duzentos anos para à frente. O que não se pode é compactuar com toda essa sorte de maus administradores públicos em Buíque e nosso povo ficar sempre calado e apoiando essas desgraceiras, que devem indiscutivelmente ser varridos de uma vez por todas de nossa política, esta é a verdade, doa em quem doer.
       A questão que se levanta, é o fato de que, mesmo tendo Buíque ficado em verdadeiro estado de calamidade pública, ainda assim, com pouco mais de 60 dias no poder, o atual gestor vem demonstrando que, com a habilidade, a experiência que tem, vem fazendo um trabalho surpreendente e a cara de nossa terra, que era extremamente deplorável, já se mostra de outra forma, sendo motivo de reconhecimento e de elogios por toda a nossa região, porque é isso que está acontecendo nesse novo governo que assumiu a partir de 02 de janeiro do ano em curso. A cidade, as vilas, os povoados, as pessoas da zona rural, senão no momento que exigem, mas todos estão de certa forma, sentindo a presença governamental em cada região, porque o nosso município chegou realmente nas mãos de quem faz e de "quem sabe faz a hora, não espera acontecer."
      É mais do que claro e compreensível, que pela dimensão dos problemas deixados, nem tudo poderá ser resolvido num abrir e fechar de olhos, porque minha gente, os problemas malditos herdados pela atual gestão, são enormes, porém com criatividade, com a máquina funcionando a todo vapor, com toda certeza, serão aos poucos resolvidos, como na realidade vem sendo administrada com uma boa equipe, toda a estrutura do poder municipal buiquense. Não estou aqui, para falar tão-somente das coisas positivas, mas que, em se comparando como Buíque estava e como está agora, com toda certeza estamos caminhando para chegar próximo do Céu, porque chegar ao paraíso, é coisa impossível ou de difícil acesso. Mas a ordem, a nota administrativa de Buíque no momento, é trabalhar pelo povo e tratar bem a todos, indistintamente, mesmo que não se possa atender determinadas demandas em certos momentos, mas vamos de mãos dadas trabalhar sempre por um Buíque cada vez melhor, e é isto que queremos e é assim que a nossa gente quer e deseja, então povo buiquense, quando se pensa nas carências deste povo, com certeza se trabalha para fazer.          

terça-feira, 14 de março de 2017

ÁGUA DA TRANSPOSIÇÃO CHEGA A PARAÍBA


   Não porque tenha sido uma obra de algum sulista ou primeiro mandatário que esteve no poder central brasileiro, mas sim, por um nordestino que aprendeu a sofrer na pele a dor da seca e do sofrimento, desde tenra idade, que foi o nosso Luiz Inácio LULA da Silva.
    Acaso não fosse ele e a presidenta Dilma Rousseff, a água do São Francisco não teria chegado à Paraíba, mas apesar de todos os percalços percorridos desde o início do projeto, com superfaturamentos, atrasos e todo tipo de sorte para a obra não ser concluída, eis que, finalmente a gente está vendo os resultados aparecerem e já chega a lugares onde jamais se imaginou que se teria água em abundância.
   Temmer, o presidente golpista, esteve em Monteiro na Paraíba, para inaugurar parte dessa obra fenomenal, mas o que recebeu do povo, foi o que vem recebendo por todo o Brasil, "vaiais e mais vaiais", que é justamente o que ele merece, por ter maquinado o golpe que derrubou a presidente livremente eleita pelo voto popular, nossa presidente Dilma.
    Também essa atitude popular, é prova viva de que o povo ainda reconhece que os pais da obra, são Lula e Dilma e não esse presidente golpista, Michel Temmer, que está fazendo do Brasil uma proxeneta que faz uso a hora que bem quer e entende. Mas no dia 19 deste mês, Lula e Dilma, vão estar no mesmo lugar em que o golpista esteve, para provar que o povo vai nos dois reconhecer quem realmente foram os responsáveis por esse milagre da água para beneficiar mais de 12 milhões de nordestinos, que é o objetivo de todo o projeto, quando chegar a ser totalmente executado. Vila Lula! Viva Dilma!

domingo, 12 de março de 2017

MULHER BONITA, SEDOSA, CARINHOSA E SÁBIA!


Mulher não é só pra consumo
Também não só a parideira
Pode até ser o supra-sumo,
Porém não é primeira ou derradeira. 

A mulher é como a terra
Que deve ser bem regada
E quando estiver bem molhada
A semente vem a ser plantada.

Mulher não é limitativa!
Porque ela é valorosa demais
Tem inteligência equitativa
Sem perder a ternura jamais!

Quando se ama e é amado
Ter a mulher que se gosta
Com amor acarinhado
Ela sempre está disposta.

Não somente um instrumento
De uso como adereço
Mulher bela, singela é o acalento
Que tem muito amor, valor e preço.

Por isso que não se iluda
Mulher é o ser mais sábio
Quando decide não muda
E seduz o homem nos lábios.

Então mulher amada!
Mulher não é o sexo mais frágil,
Por mais que se sinta desprezada,
És sempre corajosa, valente e ágil.

Por isso é que há de se acreditar
Na força de cada mulher
Se não tiver amor para dar
Esqueça que um dia já teve,
Nos braços uma bela mulher...

sábado, 11 de março de 2017

JUIZ É CONDENADO NO PARANÁ, EM 12 MIL REAIS, POR IMPEDIR QUE LAVRADOR ENTRE EM AUDIÊNCIA USANDO CHINELOS


      Só pode ser mesmo o cúmulo dos absurdos, mas existem ainda esse tipo de coisa. Em países respeitáveis e que cumprem as leis e as imposições por estas impostas, não agem da forma como diuturnamente acontece em nosso país, aonde existe uma gama de juízes, sujeitos como quaisquer seres humanos, que se imaginam ou tem certeza que são deuses de verdade e isso, para nós, seres humanos comuns, é uma escancarada vergonha e falta de ética do agir, do pensar e do estar de cada ser humano que acredita se encontrar circunstancialmente acima de tudo e de todos e isso, é próprio de muitas autoridades de nosso Brasil, principalmente em se tratando de juízes de direito, promotores de justiça e até mesmo delegados de polícia. Não sabem eles que na verdade, não passam de reles seres mortais, como nos outros, suscetíveis às vulnerabilidades da vida, aos erros e de que, na horizontal, ninguém é diferente de ninguém, por mais que alguns imaginem que sejam.
     Pois bem, em 2007, um juiz da Justiça do Trabalho do Paraná, de Cascavel, chegou a impedir um lavrador a participar de uma audiência porque usava chinelos e, por essa razão, o mesmo entrou contra a União, com uma ação de indenização por danos morais e materiais e, o juiz foi condenado a pagar uma indenização de 12 mil reais, o que é bem pouco, em face da situação humilhante e vexatória com que esse alcaguete de juiz tratou um simples cidadão, um agricultor, que certamente, o único adereço que poderia comprar para usar como calçado, seria um par de chinelos, sendo execrado publicamente, razão pela qual, nada mais correta do que essa condenação.
     A questão envolveu o lavrador Joanir Pereira, na cidade de Cascavel, Paraná e o juiz Bento Luiz de Azambuja Moreira, da 3ª Vara do Trabalho paranaense, tendo o caso ganho repercussão nacional, porque se não tivesse havido repercussão, o corporativismo do judiciário, com certeza teria condenado era mesmo o agricultor e não o juiz. Segundo o referido magistrado, ao se recusar a prosseguir à audiência, alegou que o uso do calçado "atentaria contra a dignidade do Judiciário". Aí há de se argumentar, que dignidade tem o judiciário brasileiro, para alegar que usar chinelos numa audiência, atenta contra a "dignidade do judiciário", hein, minha gente! - Sinceramente, ele deveria era ser demitido ou afastado de sua função, porque ele deve ter nascido para ser carrasco, menos para a atividade judicante de julgar processos colocados às suas mãos, porque um cidadão com essa ideia e menosprezo pelo povo mais humilde, é quem está atentando contra a dignidade humana.
      No ano de 2016, a Justiça Federal condenou Moreira a ressarcir a AGU (Advocacia Geral da União) por reconhecer que o funcionário público agiu "com culpa grave" e "de forma imprudente" no caso do humilde lavrador. Joanir recebeu uma indenização de 10 mil reais da União em 2013, tendo o valor agora, sofrido correção monetária. O juiz federal que julgou o feito de autoria do lavrador, disse em sua sentença que: "Penso que o réu agiu com culpa grave, de forma imprudente, (...) porque se trata de um juiz do trabalho que exercia suas funções em região com grande quantidade de trabalhadores rurais", afirma em sua decisão proferida, o juiz Alexandre Moreira Gauté, da 1ª Vara Federal de Paranaguá(PR). Segundo o juiz dessa vara, a conduta de Moreira "abalou a moral" de Pereira. "Trabalhador rural, pessoa de poucos recursos financeiros, que não foi à audiência usando sapatos porque sequer tinha esse tipo de calçado, não porque quisesse ofender a dignidade do Poder Judiciário". Na sentença prolatada em favor da União, o juiz que julgou o caso destaca não ter encontrado documento que pudesse inocentar a atitude do colega magistrado. "Nem mesmo as portarias e atas apresentadas aqui pelo réu têm o condão de afastar a culpa de sua conduta", asseverou. O magistrado afirma que os documentos apenas condenavam o uso de bermudas e regatas no ambiente jurídico. "Era natural (previsível) que o Sr. Joanir viesse a se sentir moralmente ofendido, como acabou ocorrendo, quando soubesse (por seu advogado) que a audiência não foi realizada porque ele estava calçando chinelos, a despeito de estar vestido com calça comprida e camisa social", diz o juiz em trecho da sentença.
     Com relação a vitória contra o juiz, a AGU afirmou, por meio de nota, que a decisão lembra que juízes estão sujeitos à responsabilização por atos administrativos que causem danos à terceiros. O juiz trabalhista de Cascavel, ator principal dessa palhaçada jurídica, Bento Luiz de Azambuja Moreira, não emitiu nenhum comentário. Também pudera, numa situação dessa, comentar o que, se a ação dele foi realmente reprovável e passível de punibilidade, hein!? - Nem só o cidadão comum deve pagar pelos seus erros cometidos, mas autoridades desse naipe, também tem que ser responsabilizadas pelos erros que culposa ou dolosamente cometem e que não são poucos.
     A bem da verdade, nós que vivemos numa longa estrada na militância advocatícia, já presenciamos muitos aberrações, atitudes absurdas, ditatoriais até, cometidas por juízes e medidas alguma foram tomadas, mas que essa atitude do lavrador em ter acionado um processo contra a União, para que os seus danos morais e materiais viessem a ser ressarcidos, embora não chegue e devolver a vergonha que ele passou na ocasião, ainda assim, deve ser tomada como exemplo para que muitos que sofrem esse mesmo tipo de coisas praticadas por autoridades prepotentes, ditatoriais e que se imaginam deuses ou tem certeza que o são, devem da mesma forma, virem a ser responsabilizados pelas suas condutas, porque são igualmente responsáveis como qualquer cidadão comum, pelas suas atitudes errôneas e nocivas que tomam, no exercício do munus público, que direito algum dá a ninguém para pensar que está acima de tudo e de todos, principalmente das leis constituídas. Que essa condenação sirva de exemplo para demonstrar que esse judiciário paquidérmico e corporativista, também pode pagar pelos erros que seus prepostos venham a cometer, esta é a verdade, doa em quem doer!   

quinta-feira, 9 de março de 2017

A MULHER DE MICHEL TEMMER VIROU TERMÔMETRO DA ECONOMIA BRASILEIRA?


    O presidente golpista Michel Temmer, ao falar ontem no dia internacional da mulher, veio com a pérola em sua fala, de que a mulher era de grande importância para a vida social, a partir de momento, em que disse, que sua mulher, Marcela Temmer, era de grande importância para a economia brasileira, porque quando ia ao supermercado fazer feira, tinha por ciência própria, o impacto dos preços nos gêneros alimentícios de primeira necessidade, sendo portanto, uma de suas contribuições salutares para se medir as oscilações da economia brasileira, como se fora ela, um termômetro de nossa economia.
    Primeiramente, o alcaguete de presidente da república, é um grandioso mentiroso, porque com o séquito de auxiliares que deve ter a primeira dama, em momento algum, ela se submeteria ao trabalho de se dirigir a um supermercado público para fazer uma feira; em segundo lugar, pelo que consta, além da beleza dela, outra coisa ela não busca fazer, a não ser cuidar de sua própria silhueta de uma bela mulher e, em terceiro lugar, o papel dela na condição de mulher do primeiro mandatário golpista, não passa do quarto ou da sala de jantar do Palácio do Alvorada ou da Mansão da Dinda ou outra qualquer onde ele está  usufruindo das benesses e das mordomias do cargo que ilegalmente ocupa no Brasil. 
     O que na verdade ele demonstrou com essa pobreza de discurso, foi na verdade, diminuir o lugar da mulher na sociedade, a partir do  momento em que comparou a mulher como uma pessoa única e exclusivamente voltada para às compras de casa, administração do lar e da cama, nada mais que isto. Então ele não viu nela, certamente, o que representa no mundo moderno atual, a mulher globalizada, independente e livre como na realidade todas as mulheres tem buscado ser, ao conquistarem os seus próprios espaços em todos os ramos de atividade, em pé de igualdade com os homens.
  Para quem quis prestar uma homenagem ao dia internacional da mulher no dia de ontem, o presidente golpista MIchel Temmer, infelizmente perdeu-se em seu próprio discurso que ele faz questão de ser prolixo, pausado e demasiado explicativo, porém, sem nada dizer ou explicar, porque seus discursos são extremamente vazios de conteúdo com relação ao que ele arrancou para si na ilegalidade e na marra, um cargo que jamais teria no voto, condições de conquistá-lo, porque a não da forma como se tornou presidente da república, na vontade popular, jamais o chegaria.