SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

domingo, 19 de agosto de 2012

CONTRIBUIÇÃO DA FILOSOFIA PARA A HUMANIDADE



I) ARISTÓTELES – (384 a 322 a. C.) - O filósofo grego Aristóteles contribui para alguns conceitos de organização política, como:
A democracia (forma pura), que se mal usada acabaria por originar uma demagogia (forma impura).

A monarquia (forma pura), que se mal usada acabaria por originar uma tirania (forma impura)

A aristocracia (forma pura) que se mal usada originaria uma oligarquia (forma impura)
Com isso o filósofo quis dizer que não importa muito o sistema político (monarquia, aristocracia ou democracia) eles podem ser bem usados ou podem ser corrompidos para formas impuras.

II) – SÓCRATES – (470 ou 469 a 399 a.C.) – Sócrates costumava fazer a sua pregação filosófica na liberdade do ser humano, levando o descontentamento de populares e da casta política dominante da época, que o condenou à morte. Foi um dos maiores filósofos de formação do pensamento ocidental.

III) – DIÓGENS DE SÍNOPE (413 a 323 a.C.) – Filósofo grego que procurava em plena luz do dia, com uma luz acesa, “um homem honesto”. Com esse seu gesto, ele procurava um homem que fosse desligado de riqueza, dinheiro e de luxo, mas na ganância própria da humanidade, ele jamais encontrou.

IV) – PLATÃO (428-7 a 328-7 a.C.) – Foi seguidor de Sócrates e mestre de Aristóteles e nasceu na Grécia. Sua obra é um dos maiores legados da Humanidade, abrangendo debates sobre ética, política, metafísica e teoria do conhecimento. A filosofia antiga foi realmente o esteio de toda humanidade, sem a qual não poderíamos existir em sociedade.

V) – PITÁGORAS (570 a.C. a 496 a.C. ou 497 a.C.) - Fundou uma escola mística e filosófica em Crotona (colônias gregas na península itálica), cujos princípios foram determinantes para a evolução geral da matemática e da filosofia ocidental sendo os principais temas a harmonia matemática, a doutrina dos números e o dualismo cósmico essencial.

Segundo o pitagorismo, a essência, que é o princípio fundamental que forma todas as coisas é o número. Os pitagóricos não distinguem forma, lei, e substância, considerando o número o elo entre estes elementos. Para esta escola existiam quatro elementos: terraáguaar e fogo.

Segundo os pitagóricos, o cosmo é regido por relações matemáticas. A observação dos astros sugeriu-lhes que uma ordem domina o universo. Evidências disso estariam no dia e noite, no alterar-se das estações e no movimento circular e perfeito das estrelas. Por isso o mundo poderia ser chamado de cosmos, termo que contém as idéias de ordem, de correspondência e de beleza. Nessa cosmovisão também concluíram que a Terra é esférica, estrela entre as estrelas que se movem ao redor de um fogo central. Alguns pitagóricos chegaram até a falar da rotação da Terra sobre o eixo, mas a maior descoberta de Pitágoras ou dos seus discípulos (já que há obscuridades em torno do pitagorismo, devido ao caráter esotérico e secreto da escola) deu-se no domínio da geometria e se refere às relações entre os lados do triângulo retângulo. A descoberta foi enunciada no teorema de Pitágoras.

Esoterismo - A palavra deriva etimologicamente do grego esoteros, que quer dizer ‘mais íntimo’. O termo pode ser compreendido de duas formas. De um ponto de vista filosófico, serve para designar uma doutrina que defende que o ensinamento da verdade, seja ela científica, filosófica ou religiosa, deve ser vetado a pessoas consideradas profanas e ficar restrito a um número pequeno de iniciados, escolhidos por sua inteligência ou valor moral. O outro significado, mais popular, relaciona o esoterismo a um conjunto de ensinamentos religiosos ou espiritualistas que têm o objetivo de iniciar o indivíduo no caminho do autoconhecimento e da paz. Tais ensinamentos supostamente mobilizam formas de energia não reconhecidas pela ciência e, geralmente, estão articulados com elementos religiosos e das ciências ocultas. “Essa articulação remete para um estilo de religiosidade que alguns chamam de Nova Era”, afirma o antropólogo Emerson Giumbelli, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O tarô, a numerologia, a astrologia e a quiromanciasão exemplos de práticas esotéricas, nas quais o conhecimento não pode ser quantificado ou comprovado. Muita gente confunde esoterismo com misticismo. Embora os dois se baseiem em princípios espirituais, na experiência mística o divino vem ao homem naturalmente, enquanto no processo esotérico toda iniciativa deriva do esforço humano.

Pitágoras percorreu por 30 anos o Egito, Babilônia, Síria, Fenícia, Índia e Pérsia, onde acumulou ecléticos conhecimentos: astronomia, matemática, filosofia, misticismo e religião. Ao biografar Pitágoras, Jâmblico (300 d.C.) registra que o Mestre vivia repetindo aos discípulos: “todas as coisas podem ser representadas por números”.

PENSAMENTOS DE PITÁGORAS:

“Educai as crianças e não será preciso punir os homens.”
“Não é livre quem não obteve domínio sobre si.”

“Pensem o que quiserem de ti; faze aquilo que te parece justo.”

“O que fala semeia; o que escuta recolhe.”

“Ajuda teus semelhantes a levantar a carga, mas não a carregues.”

“Com ordem e com tempo encontra-se o segredo de fazer tudo e tudo fazer bem.”

“Todas as coisas são números.”

“A melhor maneira de que o homem dispõe, para se aperfeiçoar, é aproximar-se de DEUS.”

“A Evolução é a Lei da Vida, o Número é a Lei do Universo, a Unidade é a Lei de DEUS.”

Nenhum comentário: