SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

quarta-feira, 6 de julho de 2016

QUEREM EMPLACAR MIRIAM BRIANO COMO O NOVO NA POLÍTICA DE BUÍQUE, MAS COMO ELA PODE SER O NOVO SE JÁ PARTICIPOU DE TODOS OS GRUPOS POLÍTICOS DE BUÍQUE? – NOVO MESMO É O VELHO RENOVADO ARQUIMEDES VALENÇA, QUE TEM EXPERIÊNCIA PARA REERGUER NOSSA TERRA!


    A política de Buíque para prefeito este ano, há de se acreditar, que vai pegar fogo mesmo. O embate vai ser entre Arquimedes Valença, que tem um largo histórico político, pois já foi prefeito por três vezes de Buíque e a candidatura oficial, de Miriam Briano, que já foi vice deste por duas vezes e é a atual vice. Querem os defensores da candidatura oficial, emplacar o velho discurso do novo, mas aí há de se questionar, quem é novo em quê nessa atual política de Buíque? Nem Arquimedes é novo, tampouco Miriam, que já foi sua vice por duas vezes e foi por ele apoiada em 2008, tendo sido derrotada para o que se apresentava como novo e na verdade, depois de quase oito anos no poder, há de se perceber que de novo ele não foi nada, representou a mesma velha política carcomida, pois afundou Buíque até que veio a se encontrar nesse estado de calamidade pública e de terra arrasada em que se encontra. Nas épocas em que Miriam esteve ao lado de Arquimedes, depois de ter rompido com o seu criador Blésman Modesto, sempre teceu comentários elogiosos de seu parceiro de poder, nunca disse nada contra o gestor da qual foi vice, inclusive sempre o defendeu como o melhor prefeito empreededor do Brasil, então qual vai ser o discurso dela em relação ao novo que ela diz representar, mas de novo não tem nada, hein?
  Derrotada na campanha de 2008, em 2012, não graciosamente, veio para os braços de quem lhe derrotou politicamente, para poder lhes dar a vitória, senão Arquimedes teria vencido mais uma vez, configurando-se sua ex-vice, como o divisor de águas que deu a vitória a Jonas Neto, senão ele, completamente destroçado em popularidade, chegou a ganhar com o agregado de cerca de 3 a 4 mil votos de Miriam Briano. Então Miriam Briano, com esse vai-e-vem, o que de novo representa para Buíque, hein minha gente, é um questionamento que todos querem saber, porque já serviu a todos que passaram pelo poder em Buíque e pior, está servindo ao pior prefeito que Buíque já teve em toda a sua história. Então o que de novo existe nesse continuismo, é a pergunta que não quer calar.
        Dizer que Miriam Briano merece uma chance, é puro argumento sem nexo, com o intuito de tão-somente tentar enganar os eleitores de nossa terra, porque sempre ao lado do poder, deste ela participou de todos eles, começando com Blésman Modesto, então em que ela pode representar o novo para Buíque? - Dar continuidade ao que está aí e ela sempre foi conivente, não vai convencer ninguém de bom senso, porque ela é vice, e não venham dizer que vice não é nada, nada pode, não manda! Ora, apesar de um cargo decorativo, se um vice for batalhador, manda sim, toma uma posição sim, reivindica sim, porque foi eleita com o seu par para administrar o município e tem seus próprios deputados. Não tem o poder da caneta, mas tem o poder do argumento e de dar pitacos no que está errado, coisa que nesses últimos quatro anos, ela nunca fez, nunca deu um piu, sempre concordou com todos esses desmandos e esse estado de terra arrasada em que Buíque se encontra, então em que Miriam representa o novo para Buíque? - Novo seria uma pessoa, só a título de exemplo, como uma pessoa com outra roupagem, outra bagagem de conhecimentos, que sequer vereador tenha sido no município. Aí sim, seria testar o novo, mas um novo com responsabilidade, não no engodo da carta branca que demos em 2008 a Jonas Neto e que repetimos, por culpa de Miriam Briano e erro nosso também, em 2012, o reelegendo imerecidamente. Então não há o que falar em novo para o município.
        Por essa razão, por mais que se queira dizer que Arquimedes representar o velho, na verdade, ele é a pessoa calcada pela experiência, pela responsabilidade, por já ter sido prefeito por três vezes, para governar novamente Buíque e tirar Buíque desse descaso em que se encontra. Ele pode não ser o novo, mas é o velho renovado e com muita vontade de luta e de reerguer Buíque do descaso administrativo em que se encontra atolado no momento. Esse sim, é um homem confiável para a nossa querida Buíque mais uma vez, porque de novo disfarçada da velha política, Buíque já está saturado. Não há quem aguente mais entrar em mais uma enganção política, como entramos pelo cano nesses últimos oito anos. 

Nenhum comentário: