SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

JESUS CRISTO, CRÔNICA PARA SER LIDA COM AMOR


            Jesus Cristo para mim sempre foi um homem de carne e osso feito à semelhança da gente, não o fosse assim, não seria, como nós, filho de Deus. Evidentemente, que de forma diferenciada de nós, Jesus Cristo foi um iluminado, um ser que veio ao mundo com uma missão específica de levar uma mensagem de amor, de paz, de compreensão, de ajuda aos que sofrem, aos humildes e aos necessitados de todos os matizes. Cristo tinha a sua pregação doutrinária e filosófica, voltada mais para um estamento social na época em que viveu, há cerca de dois mil anos atrás, da base, não voltada para os grandes e poderosos e por isto mesmo, estes não aceitavam o que ele falava em seus sermões, pois contrariava os interesses dos privilegiados daquele tempo e que tinham em mente como seus protetores deuses idolatras, diferentemente do Deus apresentado aos súditos por Jesus. Outra coisa que os potentados não aceitavam era o fato dele dizer que era filho do Pai, Deus todo poderoso que habitava os Céus.
           Foi por suas pregações e por suas convicções que em não aceitando aquele jovem que a cada dia conseguia mais adeptos e seguidores dos seus ensinamentos, que os reis e déspotas daqueles tempos, procuraram a se preocupar com ele, pois estava subvertendo a ordem ditada e colocando em dúvida o “status quo” em que viviam nababescamente os privilegiados, em detrimento da maioria que passava fome, sofria com sede, morria abandonada, completamente esquecida e à margem social. Diante de situação tão calamitosa, Cristo fez uma opção pelos pobres e desprezados e por isto mesmo pagou com a própria vida por ter ficado do lado dos mais fracos e humildes. Submetido a um doloroso calvário, Cristo muito sofreu, até ser crucificado, morto e sepultado, donde ressuscitou após três dias para salvar a humanidade.
            Ora, se Jesus Cristo quisesse, certamente teria vivido muito além dos seus prováveis trinta e três anos de idade, pois tinha poderes divinos dotados pelo seu Pai, mas não, tendo feito a opção de vida como fez, não poderia decepcionar a humanidade e para salvá-la foi que morreu na cruz. Se Cristo morreu para nós salvar a todos, não há porque muita gente cantar loás aos quatro cantos dizendo-se salva; se salvação há, a todos ela chegará, não somente para uma meia dúzia que se diz limpo de consciência e d’alma. O fato de o indivíduo carregar uma bíblia embaixo das axilas, não implica necessariamente dizer que já está no Céu todo vestido de branco como um puro e belo anjinho, isto não, quem assim pensar estará muito enganado.
            Um dos ensinamentos de Jesus Cristo que mais se fixou em minha mente foi aquele que, diante de Maria Madalena, prestes a ser apedrejada, execrada publicamente por um grupo de pessoas e, diante delas disse: “atire a primeira pedra aquele que nunca pecou” e, o danado é que ninguém atirou. Portanto, até prova em contrário todos somos pecadores. Não existem, desta feita, nem os mais nem os menos perfeitos. Na realidade todos temos nossos defeitos e ninguém é perfeito, foi claramente o que Cristo quis dizer. Outra coisa também, é a sua pregação voltada para a paz, o amor, a compreensão, que sempre foi uma das coisas mais difíceis de ser atingidas pelas pessoas, mesmo tendo passado todo esse lapso de tempo, ainda assim ninguém conseguiu abraçar com fidelidade esses princípios filosóficos de vida pregados por Jesus. São pessoas se matando, se desentendendo nos lares, trazendo dor, desespero, sofrimentos e desmantelos sem fim. É triste ver que as pessoas são ainda tão insensíveis e teimem em não ver a realidade da vida como verdadeiramente ela é. Existem os cegos de nascença, mas existem também aqueles, e esses são os piores, que só vêem as coisas como elas acham que são e com isto enganam aos outros e si mesmos.
             Jesus Cristo, homem dotado de poderes divinos, poderia ter se livrado do calvário, mas não, se livrando estaria negando toda a sua existência, toda sua pregação e por isto mesmo optou por morrer, ressuscitar e ao lado do Pai, se direito ou esquerdo, ninguém sabe, salvar a humanidade, vejam bem, para “salvar a humanidade” e não somente três ou quatro gatos pingados de plantão. O fato de o indivíduo, das beatas de ocasião ou quem quer que os valha,  estarem rezando dia e noite, aos pés de um altar, “bodejando” noutro tipo de templo qualquer, não implica necessariamente que já esteja salvo. Assim pensando o indivíduo estará enganando a si próprio, pois tem muita gente por aí que mostra só o lado sadio, o podre ele esconde debaixo do tapete ou do sovaco. Por tudo isto, tenho sempre comigo, que a pessoa mais correta é àquela que faz tudo às claras, sem meias palavras, sem procurar enganar ninguém, sem procurar ferir quem quer que seja, assim agindo, certamente, salva estará, diferentemente, daqueles que mistificam, mentem, fazem de suas ações um verdadeiro engodo e por toda a vida só procuram viver de farsas e artificialismos. Desse jeito, cristãozinho, não dá para ser feliz no Céu, se bem que, sempre há tempo para a pessoa se redimir, foi o que também Cristo ensinou e é porisso mesmo que a salvação, pelas próprias palavras de Jesus Cristo, é para toda a humanidade, por quem Ele morreu... 

Nenhum comentário: