SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

COLUNA BUÍQUE VIA IMPLICANTE - A COLUNA DE QUEM NÃO IMPLICA SE TRUMBICA!



APOIO DE 1 MILHÃO DE REAIS – Não vou citar nomes, mas a conversa que rola por aí, é de que, existe um político de Buíque, que pediu 1 milhão de reais para apoiar um pré-candidato a prefeito ano que vem, além de outras vantagens, acaso venha a ser eleito com o pretenso apoio desse sujeito político. A questão é que o pessoal da família desse candidato a candidato, em todas as políticas sempre deu apoio incondicional a esse político, inclusive, gastando dinheiro de montão, e na hora agá, em que vai atrás de seu apoio, exige essa indecorosa e vergonhosa exigência, o apoio dele, em troca de 1 milhão de reais, além de outras vantagens, como se ele estivesse com essa bola toda. Sinceramente, com apoios como esse, não dá para mudar a política de nossa terra ou, acaso eleito com um “amigo” de algaroba desse tipo, melhor denunciar à população, para que se convença quem é esse tipo, para se varrer de vez do mapa político de nossa terra.

DE VOLTA AOS BRAÇOS DE MEU “PADIM” – Outra conversa que rola também, é o fato de que, está sendo montada uma chapa, não aqui em Buíque, mas lá no Palácio do Campo das Princesas, em Recife, com a mão de um deputado daqui da região, em que o atual prefeito, voltaria aos braços de seu “padim” Arquimedes Valença, apoiando com uma chapa branca palaciana já montada, tendo o jacaré na cabeça, e seu confiável amigo Markinhos, como vice. Especulações à parte, mas pode até ser que se tenha uma certa lógica, já que o menino-prefeito, é afilhado do jacaré, e seu pai, Zé Camêlo, foi quem o introduziu na política de Buíque, dando seu filho, como seu afilhado de batismo. Então nada mais do que voltar às origens de onde veio. Seria como num velho filme, a volta do filho pródigo, aos braços do meu “padim”, que não é o “Ciço”.

CADÊ A LEI DA CULTURA, VEREADORES?! – Sempre tive uma visão política, radicalmente diferente da de muitos “politiqueiros” de meia tigela de Buíque. Embora muitos não acreditem, não me igualo e jamais me igualarei a essa laia política execrável de minha terra. Sou diferente e posso ser o diferencial, se assim o povo o quiser. Acaso não queira, continuarei fazendo política do mesmo jeito que sempre fiz, consoante minha condição de cidadão. Também nessa condição, participo de movimentos cultuais e fundei junto com outros companheiros, a ABLA, não para ser uma instituição minha, mas com o intuito de ajudar minha terra com a sua cultura, em que nada se ver fazer por parte da iniciativa do poder público, a não ser se inserir verba no orçamento, se gastar, fazer de conta que se fez cultura e ninguém sabe aonde foi parar qualquer iniciativa cultural por parte do poder público municipal. Pior que isso, é uma câmara de vereadores de 13 metralhas, que aprovam uma lei de interesse da cultura de Buíque, depois quando se vai atrás de uma cópia da lei, esta tomou chá de sumiço, como que num passe de mágica. Agora pergunto: É esse o tipo de serviço que vocês estão prestando ao nosso Município? – Digo os treze, porque votaram por unanimidade na Lei da Cultura da nossa Academia, e também, todos eles, da mesma forma, votaram na Lei (Decreto Legislativo), de aumento do número de suas próprias vagas de 13 para 15, porém essa lei, que recebeu o número de 001/2015, não desapareceu, porém a de numeração posterior, 002/2015, de interesse da cultura, desapareceu como que por encanto. Aí faço a indagação, não aparece nenhum vereador para fazer com que a lei por vocês aprovada em 25.08.2015, apareça, hem cambada de irresponsáveis?

RETALIAÇÃO À MINHA PESSOA, É ISSO?! – O desaparecimento de Lei da Cultura, que de qualquer forma, está em ATA de 25.08.2015, certamente foi em retaliação à minha pessoa, em face de ter criado o MOVIMENTO LIBERTA BUÍQUE – MLB, para coleta de assinaturas para diminuir o número de vagas por eles aprovadas e reduzir os seus próprios salários, o que nada tem a ver com uma lei que viria a beneficiar não a mim, mas sim, à coletividade buiquense. Se for assim que vocês trabalham em favor de nosso povo, melhor que ninguém volte para o ano, mas como nosso povo, pelo menos uma grande parte, ainda é levado na lábia, na enganação, vende o voto a troco de banana ou de uma merreca qualquer, muitos desses ainda podem voltar, mas se nosso povo tivesse um pouco de consciência, nenhum deles voltaria não senhor, porque é um absurdo! – Eles quando eleitos, só pensam mesmo em tirar vantagem do povo e sempre que podem, tirar lasquinhas, mancomunados com maracutaias do executivo, é assim que funciona essa droga de nossa política local. Levar uma ou outra pessoa num hospital, fazer um favor aqui, acolá, ter poço artesiano na propriedade de alguns deles construído com dinheiro público e não servir à população, é só o que eles sabem fazer. Agora, na hora de servir com leis sérias ao povo, a lei desaparece como que por encanto. É coisa mesmo para os treze metralhas, do gibi do Tio Patinhas, ou não?

ASSOCIAÇÕES DE PAIS E MESTRES – Recebi uma denúncia de uma pessoa, que pediu para não ser identificada, de que as eleições dos órgãos diretivos de Pais e Mestres das Escolas Públicas Municipais, que tem a responsabilidade de administrar as verbas de manutenção das escolas, inclusive com verba destinada à perfuração de poços artesianos, já é levada pronta e com carta marcada, com Ata de Reunião Ordinária já pronta, só para os “eleitos” de algaroba assinarem e tomarem posse, tudo na base da fraude, sem que tenha havido eleição coisíssima nenhuma, tampouco a Assembléia para escolha dos membros de composição do órgão diretivo. É muita maracutaia junta. Disseram até, que os cheques de pagamentos de despesas ou de execução de obras, é assinado pelo presidente e tesoureiro e entregue diretamente à Secretaria de Educação, inclusive, há menos de ano, esse fato foi motivo de denúncia por parte de um conhecidíssimo professor da rede municipal, que não concordou na época, porém depois silenciou misteriosamente. O interessante é o fato de que, como acontece em Comissão de Licitação, os membros desses órgãos podem se complicar, acaso haja uma investigação séria por parte do Ministério Público, o que até agora, infelizmente, não aconteceu.

CADÊ O MINISTÉRIO PÚBLICO? – Em Arcoverde, esse órgão ministerial está funcionando à pleno vapor, porém aqui em Buíque, ninguém sabe sequer se existe Ministério Público, porque diante do desbragado nepotismo desde o ano de 2009, desse tipo de práticas nas Associações de Pais e Mestres, de tantas licitações fraudulentas, entre tantas outras irregularidades de deixar qualquer um de queixo caído, e cadê a figura do Ministério Público que não aparece, hem? – A coisa por aqui vem correndo à solta, na bagaceira e pelo visto, providência alguma é tomada. O Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais – SISMUB, vem denunciado desde há muito tempo, porém providência alguma se tem tomado, nem por parte do Ministério Público, tampouco da Justiça, que apesar de paredes repletas de processos contra políticos de nossa terra, pelo visto nenhum deles anda e as traças é quem vão tomando conta até que venham todos eles a se transformarem em pó e ninguém vir a pagar pelos seus crimes de improbidade administrativa cometidos. Atenção Ministério Público de Buíque, dê o ar de sua graça! – Será que Buíque é visível no mapa pernambucano, ou só aparece quando sai no noticiário policialesco do Recife, de que aqui tem um presídio feminino?

Nenhum comentário: