QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

SEM LUZ

Sou a banda da Lua sem luz
Sou o Sol da escuridão
Sou um brilho que não reluz
Sou o vazio da imensidão.

Quisera meu Deus te ver
Para diminuir o meu penar
Acabar com este sofrer
E toda dor do meu peito terminar.

Luz do meu caminho sem luz,
Luz alguma pode ser
Sol escuro na vida que não reluz,
Sol algum pode ter.

Dai-me Senhor do Universo
Neste momento te peço
A luz, a lua, o verso
A paz e o amor tão dispersos.

Quisera meu Deus, sonhar!
E este amor reencontrar
A paz voltar a reinar
Como nas canções de ninar.

“Poema escrito num momento de tristeza e dor, que na vida passamos”
18/01/96

Nenhum comentário: