SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

NÃO SE JUSTIFICA A PRÁTICA DE UMA INJUSTIÇA MAIOR, A PRETEXTO DE SE FAZER JUSTIÇA



   Evidentemente que, só uma pessoa desprovida de qualquer sentimento humano, poderia concordar com a barbaridade ocorrida na França, que dizimou inexplicavelmente, a vida de mais de uma centena de pessoas. Não se pode admitir que tenha sido uma ação correta, essa do Estado Islâmico, em atacar alvos inocentes, como esses havidos recentemente e como outros tantos que já aconteceram.
   A questão maior, é que a ordem mundial, de certa forma tem sempre sido injusta, quando uma minoria é quem dá as cartas no restante do Planeta e quem não obedecer, pode ser enquadrado no eixo do mal e vir a sofrer as consequências, quem sabe até, bem mais danosas e prejudiciais do que essa que veio do mundo árabe para dizimar a vida de pessoas inocentes e desprotegidas do ponto de vista de uma investida inesperada e covarde.
     Agora a questão se torna muito mais grave e piorada, quando os países onde está baseada o denominado Estado Islâmico, são objeto de ataques aéreos por parte da França e outros países europeus, que em suas retaliações vingativas, a pretexto de atacarem alvos de seus algozes, o que estão fazendo na realidade, é tirando mais vidas de muitos inocentes, inclusive de pobres e menosprezadas crianças, o que se torna ainda mais injustificável a forma dos países do chamado eixo do bem, de se fazer justiça, na base o olho por olho, dente por dente. Nesse ponto, eles estão se igualando no mesmo patamar de seus agressores.
   Infelizmente, a gente vive numa ordem mundial, em que uma minoria de países poderosos, ricos e de economias estáveis, são quem dão as cartas para o restante do mundo, principalmente os Estados Unidos, como se não passássemos de paisinhos de brinquedos. É nessa ótica que eles nos veem, realidade só não percebida por quem não tem olhos para perceber o que vem ocorrendo em sua volta.
   Ora, se houve um ataque bárbaro, como esse ocorrido na França nos últimos dias, por qual razão primeiro não localizar os culpados e, com todo poderio e tecnologia de ponta que dominam, por qual razão não chegam aos culpados e lhes decapitam também as suas cabeças, como eles fazem também com muitos inocentes do mundo ocidental? – A questão é descobrir os culpados e não saírem com suas poderosas frotas aéreas, soltando bombas desorientadamente, somente para dizerem em uníssono, que estão simplesmente fazendo justiça. Mas aí há de se indagar, que porra de justiça é essa se estão matando da mesma forma, mais inocentes em um mundo já castigado por uma guerra tribal entre eles mesmos que vem se arrastando há séculos sem fim amém! E pior, é que os problemas do mundo islâmico, é uma questão de cultura milenar deles mesmos.
    Não adianta querer se impor num mundo onde o modo de vida das pessoas, os seus costumes, são diametralmente opostos ao do mundo ocidental, não é mesmo? Não dá para acreditar em ninguém do autodenominado eixo do bem, de que a reação de pronta resposta, o é por uma questão de justiça, que na verdade nada disso está sendo feito, com a morte da mesma forma indiscriminada, de muitos outros inocentes, que estão sendo alvos fáceis de poderosos bombardeios em supostos alvos do Estado Islâmico, quando estão mesmo é matando friamente, como foi feito no ataque contra à França, centenas de pessoas inocentes, como sempre aconteceu com os Estados Unidos e seus aliados, que em parte, embora não concorde com ações terroristas, estão pagando com a mesma semente que procuraram plantar em nome da dominação do restante do mundo, esta é a verdade nua e crua e sempre defendendo os seus próprios interesses e não, como querem, por uma questão humanitária. Eles são tão terroristas quanto o Estado Islâmico tem sido.

Nenhum comentário: