SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

domingo, 27 de dezembro de 2015

MOMENTO LITERÁRIO - ESPAÇO POEMANDO COM MAIS UMA POESIA DOMINGUEIRA, EM QUE CANTO O VAZIO DA VIDA, "EMBAIXO DO COBERTOR"



EMBAIXO DO COBERTOR

Quanto calor se passou
Enfim chegou tempo frio
Mas nada comigo ficou
Para dar-me vida e brio.

Significado da ida
Parece que tudo partiu
O que ficou nesta vida
Foi só um cobertor vazio.

Na cama a remexer-me
Noites insones sem dormir
Não vem ninguém a acudir-me
Neste meu triste deprimir.

Oh! Que saudades que tenho
Daquele corpo tão belo
Ainda tenho no sonho
Mas navegar nele não quero!

Quão noites calientes passei!
Sei, foi puro, belo e efusiante
Em tuas belas curvas fucei
Com um calor extasiante.

Mas hoje o que me resta?
Estou abandonado, um desertor!
Não aparece quem me afasta
Deste velho cobertor!

Nenhum comentário: