SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

domingo, 3 de janeiro de 2016

MOMENTO LITERÁRIO DOMINICAL - ESPAÇO POEMANDO, COM MAIS UMA POESIA DE VIDA.

ESPAÇO POEMANDO



FEIJÃO E FARINHA

Tantas vezes desejei
Ter no almoço e no jantar
Quantas vezes almocei
Sem minha fome matar.

Privações tantas passei
Em dias tristes a sonhar
Imaginei por vezes me deleitei
Sem um naco de carne provar.

Mas na rudeza desta vida
Somente feijão e farinha
Era o que tínhamos de comida
Em nossa rude feirinha.

Que tempos duros passei
De tantas carências na estrada
Sonzinho, recolhido chorei
Nesta triste caminhada.

Foi duro, porém não morri
Pronto para cada luta
Mostro a boca a sorri
Mas não desisto da labuta.

Vim da adversidade
Não fiz uso de artimanha
Sempre na honestidade
Desejo minha maior façanha.

Foi duro e nunca esqueci
Daquele prato singelo
Do fel amargo bebi
Mas não saí do mais belo.

Estruturei minha formação
De homem honrado e sincero
Nunca tive a desilusão
Mas ainda espero o esmero.

Não vim ao mundo à toa
Quero mostrar a boa vontade
Remando à minha canoa
Com muita fé e bondade.

Sei da tamanha dificuldade
Que na estrada enfrentei
Nada veio com facilidade
Nas lutas que batalhei.

Por isso é que nada tenho a perder
Nessa luta toda minha
Quero enfrentar sem temer,
Comendo feijão com farinha.

Nenhum comentário: