SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

sábado, 31 de dezembro de 2016

O QUE FICOU, NO QUE DE NEGATIVO VAI FICAR PARA TRÁS E, O SE QUE ESPERA É RENOCAÇÃO, RECONSTRUÇÃO E QUE CADA PEÇA DESSE JOGO DE TABULEIRO, VENHA A SE ENCAIXAR NO SEU DEVIDO LUGAR!


       A vida, minha gente, é um verdadeiro tabuleiro, em que em determinando momento, as peças podem ou não estarem encaixadas nos seus devidos lugares. É como um ano ruim que termina no dia de hoje, em que muitas mazelas a nível nacional, estadual e municipal, ocorreram das piores formas possíveis, sempre contrariando os mais comezinhos interesses de nosso povo e de nossa gente e isso, sempre se espera que as peças do tabuleiro venham a ser recolocadas, rearranjadas nos seus devidos lugares, para que tudo funcione da melhor forma possível. É isso que sempre se espera de um novo ano que se inicia a partir de amanhã.
    Em todo esse imbroglio que foi este ano findante, muitos fatos marcantes aconteceram, como o desmantelo da economia internacional, os atos terroristas provocados pelo mundo islâmico no mundo ocidental, a guerra da Síria (antiga Pérsia), que já ceifou a vida de mais de 300 mil pessoas, o império dos países mais ricos do planeta sempre enriquecendo em cima das crises e das guerras, além de muitas formas de indevidamente tirarem riquezas dos mais fracos e oprimidos. Na verdade, este ano não foi nada positivo para a maioria dos povos de nosso Planeta Terra, muito menos do Brasil, de Pernbambuco e de Buíque.
     No Brasil, além da crise econômica agravada, teve a crise política, que arrancou do poder, um mandato eletivo de quem houvera legitimamante sido eleita pelo maioria do voto popular dos brasileiros e, com isso, o seu substituto assumiu, formou uma equipe de governo completamente comprometida até o pescoço com práticas corruptivas e, via de consequência, estamos sendo governados por um bando de Alis Babás e seus mais de quarenta ladrões. Com isso, aproveitando que tem o domínio de um Congresso Nacional venal e, de um Judiciário parcial, que da mesma forma, só visa mais seus próprios interesses e de sua toga, que de comum acordo, estão dando sustentação a esse governante ilegítimo e golpista, para que, nesse curto lapso temporal de poder, possa vir a proceder as modificações administrativas impopulares e contrárias aos interesses da maioria de nossa população, sobretudo das classas menos favorecidas e daqueles que sequer um salário mínimo, ou salário algum, recebem para ter o mínimo de dignidade de vida com seus familiares. Então, minha gente, foi um ano em que jamais poderemos cantar vitórias, porque não houve nenhuma e se vai, já o faz atrasado!
    Em nossas urbes, a exemplo de nossas próprias comunidades, onde nascemos, crescemos e nos firmamos com o propósito de vivermos até o fim de nossas vidas, foi que as coisas aconteceram, como já vinham, da pior forma possível, com os saques irresponsáveis do erário em benefício próprio, como se particular fosse, além do uso da máquina pública, por ter sido ano eleitoral (o uso de anos anteriores, sempre foi corriqueiro da mesma forma), para finalidades não previstas no princípio da legalidade administrativa de qualquer que venha a ser o órgão público e por isso mesmo, ficamos no mato sem cachorro, porque estão deixando nossas cidades, nossos municípios, em verdadeiros estados de terras arrasados, pelo caos que gestores mal intecionados e incompetentes impuseram contra as suas populações, a exemplo de nosso Buíque, que apesar de se tentar passar uma imagem boa no retrato, nesse melancólico final de governo, jamais poderá sair bem em sua postagem na realidade da vida com a qual nos deparamos à olhos vistos em nossos municípios, nossas cidades, só não vendo, quem realmente for cego de guia, ou então, os sempre vassalos ocasionais que de uma certa forma, sempre terão vida curta e delimida. A esperança está centrada no novo ano que se inicia e vamos fazer de tudo para que cada peça venha devidmente a ser colocada no local certo do tabuleiro, é isso que esperamos fazer e acontecer, para que possamos desta feita, recomeçarmos tudo de novo, com um novo formato, um rearranjo com responsabilidade, respeito com o que ao povo pertece e, no trato respeitoso e cordial para com todos àqueles a quem deu o seu voto de confiança a quem vai a partir de manhã comandar os destino de cada povo, principalmente de nosso de Buíque, a quem desejamos que faça uma administração para ficar em nossa história, pois é disso que nossa terra precisa, de seriedade, responsabilidade e de respeito ao povo.
    

Nenhum comentário: