SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

domingo, 8 de janeiro de 2017

NÃO SOU MAIS A FLOR DE LÁCIO


Não sou a última flor de lácio,
Cantada por Olavo Bilac,
Tampouco me dou ao ócio
Na amargura do tic-tac.

Dizia o grande pensador,
De nossa língua portuguesa
Com criatividade e muito amor,
Ser a mais bela e formosa.

Razão tinha o poeta,
Em descrever e ser sincero
A um só tempo até profeta,
Na sua construção com esmero.

O que quero é fazer
Um modesto paralelo
Antes mesmo de fenecer
Construir um pouco do que é belo.

Flor de lácio jamais serei,
Na caminhada da vida,
Isso jamais esperei
Mas resistirei até a ida.

Muitos flores já plantei,
Nesta vida tumultuada
Mas pronto, insistirei
Nesta minha caminhada.

Vou até aonde puder
Como flor que sei que sou,
Não mais vou me perder
Num mundo que já passou.

Por isso mesmo é que digo,
Flor de lácio nunca fui,
Mas penso sempre em ser digno,
E em realizar o sonho que flui.

E nessa minha empreitada,
Não posso esperar muito,
Vou mesmo em debandada
Procurar do lácio o fruto.

Nenhum comentário: