cabeça

PUBLICAÇÕES

PUBLICAÇÕES

PLAY MÚSICAS

SLIDE BANNER TOPO


postagem

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

FAGULHAS DE ACONTECIMENTOS DA ATUALIDADE


SETE DE STEMBRO - Hoje data máxima da nação brasileira, é o dia em que se comemora os 190 anos de Independência do Brasil, proclamado em 07 de setembro de 1822, pelo então jovem príncipe regente, Dom Pedro I, que com apenas pouco mais de 22 anos de idade, nas circunstâncias políticas daqueles idos, resolveu se desvencilhar politicamente de Portugal, apesar de ter que se enfrentar muitas lutas e barreiras pela frente, para que a unidade nacional viesse finalmente, a ser consolidada. A independência política serviu como um ponto limitativo entre uma política colonialista antes adotada pelos nossos colonizadores, para o país buscar uma identidade própria. Passados esses 190 anos, infelizmente o nosso Brasil avançou em muitos segmentos políticos e sociais, apesar das tantas barreiras enfrentadas e das que ainda temos que enfrentar no presente e futuro, mas a independência e liberdade por completas, jamais povo algum vai adquirir em sua toral plenitude, face ao mundo globalizado em que obrigatoriamente estamos acorrentados, esta é uma realidade da qual não podemos nos desvencilhar em hipótese alguma. A questão é como uma fileira de pedras de dominó, em que caindo uma pedra, afetam inexoravelmente, as demais.

O DIA DE HOJE EM BUÍQUE - O nosso dia de hoje, como sempre acontece todos os anos, foi o ato cívico de hasteamento das bandeiras do Brasil, de Pernambuco e de Buíque, em frente à Prefeitura Municipal. Os escalados para esse grande ato de civismo, foi este blogueiro, Adelson e o ex-prefeito Blésman Modesto. Por questões eleitorais, para não desrespeitar os preceitos impostos pela legislação, os políticos detentores de mandatos, não se fizeram presentes, apesar de nada ter um ato cívico a ver com um ato político, mas por questão de precaução, se resolveu pela não participação de quem está concorrendo a algum tipo de mandato eletivo, por uma questão de respeito e de ética na política, para depois, não se dizer que alguém fez uso de um ato pelo outro, essa foi a questão de não comparecimento de determinados políticos. Dos oradores que fizeram parte dos discursos, o primeiro, como sempre vem acontecendo nesses últimos anos, foi mais uma vez este modesto blogueiro, sequenciado por Adelson, representando a maçonaria de Buíque e, por último, o ex-prefeito Blésman Modesto.

DIFERENÇA DE JACARÉS PARA CAMELOS - A política de Buíque, de uma forma geral, é recheada por um folclorismo sem precedentes na história política de outros municípios, mas que se dá para acreditar que a política interiorana de um modo geral, tem também desses ingredientes e recheios. Aqui se costuma sempre associar bichos aos candidatos, uns são os camelos do deserto, outros, jacarés da lagoa, mas sempre se tem a dosagem anedótica da bicharada. Por falar em bichos, o jacaré como é um bicho afoito, traiçoeiro e quando pega a sua presa, dificilmente lhe dá trégua, a não ser quando já está velho, sem forças e com os seus dias de tocaia contados e perto de se acabarem. É o que está acontecendo na política buiquense, em que o camelo está a todo vapor com todo vigor dos seus quarenta dias sem beber água, mesmo assim, aguenta com forças inexplicáveis, as dificuldades de se transportar por tantos dias num inóspito deserto sem sequer beber uma gota de água. Pois bem, os jacarés de Buíque, pelo visto, vão continuar a beber água na velha lagoa podre de Buíque, por que na pisada que a política se encontra, pelo menos o que está à olhos vistos, a camelada vai botar pra lascar na jacarezada, ou não camaradas!

A SÍNDROME DO MEDO - Por isso mesmo é que o pessoal dos jacarés está afoito e aperriados pra danar, não medindo os limites do que dizem e propagam em seus carros de som, na propaganda político-eleitoral, a ponto de alardearem que a PF esteve recentemente no Município de Buíque, a procura do Prefeito e candidato à reeleição Jonas Neto. Pura balela e mais uma tentativa de se fazer da mentira repetida, como se fora uma verdade do que jamais existiu ou ocorreu. A Polícia Federal esteve sim aqui em Buíque, mas diferente mente do que alardearam alto e em bom tom, no ano passado, à procura de um trator de esteira novo, adquirido pela bagatela de 600 mil reais, já no finalzinho da última gestão da jacarezada e, como num passe de mágica, até hoje esse trator de esteira que era da edilidade buiquense, jamais apareceu, tomou chá de sumiço. A questão, pois, está mais do que explicada, ou não camaradas! - Na verdade, de tanto de se disseminar mentiras, só se vem a demonstrar mesmo, que estão todos possuídos com a síndrome do medo de uma derrota acachapante, previamente anunciada, então as mentiras que jogam para o povo como se foram verdadeiras, não refletem jamais a realidade dos fatos.

PIOR AINDA - Tem mais, se for vasculhar o passado, quando em Buíque existia uma das mais progressistas cooperativa agropecuária, que servia de modelo até para outras regiões, veio a quebrar justamente quando o chefão da jacarezada foi o seu presidente. Na época existiam dois tratores para servir aos associados, um caminhão da marca Mercedes Benz e outros bens imóveis, que foi tudo para os ares e ninguém tem conhecimento aonde foram parar os bens pertencentes aos associados. Até mesmo o farelo destinado aos associados era desviado, ou será que pelo menos os mais velhos, não se lembram disso, hem? - A memória do povo, camaradas, deve de vez em quando, ser refrescada, para que no final de contas, não se coma a farsa, a enganação de gato por lebre, afinal de contas, povo que tem memória, é povo que lembra de sua história e isso também faz parte de nossa história e deve ser lembrada na hora de se fazer uma escolha importante para o próprio bem da nossa coletividade no  presente e no futuro.

FAGULHAS DE ACONTECIMENTOS - Fagulhas são faiscares de luzes, que aparecem e desaparecem repetidamente ou não, pois num apagar qualquer, elas se apagam ou não, pois os fatos atuais e reais, vão continuando a acontecer e é justamente sobre isso, que nos focamos no dia de hoje. Quer sejam eles locais, estaduais ou na própria federação como um todo, os faiscares da vida, jamais deixarão de iluminar os acontecimentos do cotidiano, mas como num flash, eles vão e vem, de forma intermitente a modificar os destinos de cada um de nós, por isso mesmo, hoje procurei me ater a fatos e acontecimentos do cotidiano de nossa vida, principalmente, dos fatos dos existentes e que se passam na localidade onde vivemos, que de uma forma ou de outra, interessa a toda à população de qualquer região em que a gente esteja inserida. 

Nenhum comentário: