QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

O PESO DO CARREGAMENTO ESTÁ NO LOMBO DO ANIMAL QUE LEVA O CARREGO


    É muito fácil se dizer que se vai fazer isso, realizar aquilo e terminar um grande feito na vida de cada um de nós. Verdadeiramente falando, dizer é fácil, agora realizar, sentir o peso da carroça, somente o jumento, pobre coitado, que a carrega é que sabe realmente aquilatar na medida do possível, o peso em cima de seu lombo. Como o jumento, somente o povo que está sofrendo as suas dores é quem sabe a extensão das lesões de suas feridas, menos o lesionador, o sujeito auto e feitor do que imagina estar fazendo em benefício do povo. Nada contra. Muito pelo contrário. Sou plenamente a favor que tanto o peso da carga quanto quem a carrega, sinta na pele a dificuldade do sentimento do peso que está sendo levado no lombo de cada um. Agora, pensar que se estar fazendo as coisas à distância, somente com o semblante imaginativo de um grande pensador, filosofando à esmo, isto para mim, não é sentir de perto o lombo de quem está carregando à carga.
   Digo isto à despeito do palavreado que a presidente Dilma Rousseff, vem alardeando em cada evento do qual participa, seja em reuniões monetárias internacionais, em hecatombes catastróficas mundiais, ou jogadas ao leu no secular problema da seca que tanto assola o nosso Nordeste e a nossa gente. Como ela, prometer, realizar, fazer a obra surgir, a água fluir à mil metros cúbicos por hora, é muito fácil no dizer, no falar, no gesticular. Agora o que quero ver é que essa realidade tão alardeada venha de fato, à tona, como uma realidade nua e crua. Pior é quando o que se promete, as montanhas de dinheiro, os meios infraestruturais para acabar com à seca, a fome e à miséria, chegam a sair pelo ralo, como meros dejetos de esgoto que não servem para absolutamente nada. Então minha gente, falar simplesmente e não realizar ou realizar somente no dizer isoladamente e, no final de contas, ninguém sentir o peso da carga que se submeteu à carregar, igual ao do jumento, pois ela vai se esvaindo na viagem, é sempre a mesma história pra boi dormir. A carga pode até sair pesada e chegar à sua destinação, leve como uma pena, isso porque no caminho tortuoso, se escafedeu, desapareceu como por encanto!
   Não contesto a política das pessoas em quem votei, isso porque seria traição de minha parte e desacreditar em quem procurei digitar um voto de confiança, quer a nível federal, estadual e municipal, não seria a princípio muito ético de minha parte. Agora uma coisa é prometer mundos e fundos, outra fazer, mostrar a realidade e realizar os fatos, fazê-los acontecer de verdade. Enquanto estivermos somente nessa conversa mole de vai-e-vem, ninguém chega a lugar algum, muito menos acabar com o problema da seca nordestina, da fome, da miséria, quiçá os problemas econômicos que afetam todas as partes do mundo. Concluo dizendo que, apesar do que se possa sentir o peso de cada carga, necessário se faz que o carroceiro que está guiando à carrocinha, também sinta o peso dessa carga para saber do valor que cada um deve dar a tudo neste vida. Então nada mais correto do que mudar essa mentalidade metafórica, melancólica e corruptiva. A corrupção é como a saúva, enquanto não se puder acabar com a saúva, ela num abrir e fechar de olhos, pode acabar com todo sonho de uma boa lavoura. Alias parafraseando a questão da saúva, "enquanto não se acabar à corrupção, esta vai acabar com o Brasil". Não é necessário somente fingir que se vai fazer. Urge que além de se imaginar que vai fazer, se fazer de verdade, para que não estejamos mais uma vez passando por mais um vexatório secularmente e inexplicável, mais um ciclo de seca braba, ou por mais uma indústria de se fazer novos ricos com o sofrimento alheio, do nosso povo. Chega de querer se tapar o Sol com uma peneira, minha gente! - Por quanto tempo vamos ser enganados com reuniões e mais reuniões de lenga-lenga, de conversa fiada que só servem mesmo para justificativas de farras para alguns e turismo para outros? - Vamos dar um basta nesse tipo de picaretagem! - Quem quer fazer ou tirar retrato com presidente, ministro ou congressista, basta copiar e colar em seu PC e pronto, está feita a montagem, como todos fazem em campanhas políticas.

2 comentários:

Heloisa Zachello disse...

Que coisa! Eu, procurando por outro assunto acabei por achar algo tão especial. Parabéns, Manuel, pelo seu texto. Vi que foi postado em 2.013. ( se não me engano.Você estava bem frente de todos nós!
O que fazer para que textos como esse seu não demorem tanto para se tornar conhecidos ?
Sinto muito por mim, por você, pelo povo brasileiro, que vota na confiança de gente tão "cara de pau". Sinto pelo Brasil. Nossas crianças não merecem tanta imoralidade, em todos os sistemas de governo.
Que Deus nos abençoe, e que a Verdade pela qual a gente espera, possa um dia reinar por aqui. Um abraço sincero, já que dizem ser hoje o dia do abraço. Pra mim é todo dia! Deus te abençoe! Oremos pelo Brasil!

Heloisa Zachello disse...

Espero que este blog esteja aberto para comentários, e que o meu anterior tenha chegado ao destino. Deus o abençoe!