QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

segunda-feira, 2 de março de 2015

PEDIR UM GOLPE MILITAR E A VOLTA DELES, É COISA DE IMBECILÓIDE E DO TIPO DE IDIOTA OU INOCENTE ÚTIL, QUE NÃO SABE NADA SOBRE O QUE SIGNIFICA UM REGIME MILITAR, QUE PRENDE, ARREBENTA, MATA IMPIEDOSAMENTE, LHES COLOCA NAS MASMORRAS SEM NOTICIAR A NINGUÉM, PESSOAS DESAPAREM MISTERIOSAMENTE, COMO OCORREU NO GOLPE MILITAR DE PRIMEIRO DE ABRIL DE 1964, E AÍ, DEPOIS QUE A COISA ESTÁ FEITA E DA PERDA DE MUITAS VIDAS INOCENTES, É QUE QUEM DEFENDE, VAI SE DAR CONTA, DO GRANDE ERRO QUE COMETEU E AÍ JÁ NÃO TEM MAIS JEITO DE VOLTAR ATRÁS, PORQUE DE REGIME TOTALITÁRIO, SÓ PODE DEFENEDER QUEM NUNCA SENTIU NA PELE O SEU SIGNIFICADO. ENTÃO ESSE RECADO DESSE GENERAL, DEVERIA SER MOTIVO PARA COLOCÁ-LO NA CADEIA E NÃO PARA MOSTRAR ESSA FOTOGRAFIA. DE IMPONÊNCIA, PRÓPRIA DE REGIMES DITATORIAIS.

OS GOLPISTAS DE PLANTÃO


      Até se parece em determinados momentos, não fosse o aumento desordenado da densidade demográfica, embora nosso país tenha uma área territorial continental, poderíamos com toda certeza dizer, que pelo miado de alguns leopardos em suas tocas, enrustidos em suas cortinas, mas colocando alguns inocentes úteis para difundir as suas intenções, com toda certeza estaríamos no limiar de final da década de sessenta, em que foram aos poucos, com a ajuda dos Estados Unidos, através de um chamado programa golpista denominado de Aliança Para o Progresso, até vir o golpe militar de 1º de abril de 1964. Certas cenas atuais, fazem crer, que guardadas as proporções, estamos aos poucos, vendo um corpo obscuro que se agiganta no nevoeiro cinzento, em que nosso país se encontra, como se fora um preparo para mais um golpe militar no Brasil. Acaso haja um golpe militar, podem crer, muitas cabeças serão degoladas, inclusive até, de muitos dos quais querem à volta nefasta dessa corja no poder de império para implantar mais uma ditadura, não para acabar com a corrupção, a ladroagem deslavada, mas sim, para calar a voz de todos, continuar as mesmas práticas administrativas corruptas através de bastidores, porque os sem vez e sem voz, não vão poder dar um pio sequer e aí sim, muita gente idiota e imbecil que defende a volta dos militares, vai sentir na pele o que é viver numa ditadura militar.
        Lembro ainda como se fosse hoje, ainda morando em minha cidade, Buíque, quando na fase de lavagem cerebral, como estão querendo fazer no momento atual, não com os mecanismos tecnológicos dos quais atualmente se dispõe, mas com os que dispunham à época, em que aqui em Buíque, antes mesmo de existir energia de Paulo Afonso, chegaram aqui os agentes da chamada contrapropaganda comunista, com um veículo tipo furgão, com motor à óleo diesel para produzir energia e com uma máquina de projeção de filmes daquelas antigas, se instalaram na antiga escola municipal onde aprendi minhas primeiras letras, a Escolas Reunidas Duque de Caxias e ali, passaram um filme do tipo reportagem, mostrando a revolução cubana, que liderada por Fidel Castro, houvera destronado o regime corrupto dominado pelos americanos, de Fulgêncio Batista, e apresentavam o líder dessa revolução vencedora, como o maior perigo para implantação de um regime forte que não deixasse que o mesmo que aconteceu em Cuba, viesse a acontecer no Brasil. Era esse um dos mecanismos usados pela espionagem americana no Brasil, infiltrada através desse programa americano denominado de Aliança Para o Progresso, que era justamente a fase preparatória para destronar o governo de João Goulart e implantar justamente à ditadura militar no Brasil, que teve todo apoio logístico dos americanos. Acredito que com toda certeza, como o mundo está sofisticadíssimo em termos de tecnologia de última geração, que por trás de tudo isso, também se encontra a pesada mão do sistema imperial americano, que não quer deixar de manter os seus tentáculos em todas as partes do mundo, como se uma pesa e grossa palmatória fosse, e se não ler por sua cartilha, então que se tome o poder seja lá por quem for, desde que guardados e garantidos os seus interesses capitalistas, pouco importa qual venha a ser o regime implantado. Para isso, até mesmo franco-atiradores quadrilheiros, traficantes de todos os naipes, eles são capazes de usar para atingir os seus objetivos e com um pedido aqui, acolá, da volta dos militares, não deixa de ter o interesse dos americanos para que se implante um regime fechado novamente no Brasil, desde que os seus interesses permaneçam intactos e imaculados. Pode ser também, um misto entre o PMDB golpista e a própria corja militarista que está ardilosamente arquitetando alguma ofensiva, a pretexto de o chamado clamor popular. O que muitos não sabem, é a crueza de se viver sob um regime forte sob o comando de militares.
        O povo até parece que não conhece a mentalidade militar ou a lavagem que fazem, seja de um simples soldado qualquer, que ao entrar numa dessas corporações, vestir uma farda qualquer, já se sentem como se foram autoridades máximas. Até mesmo um guarda-municipal, em muitos casos, se acha autoridade, só para se exemplificar o que significa vestir uma farda e a mudança da mentalidade do cidadão. E vejam, que com tanta violência que existe em nosso país e também no mundo afora, que os nossos militares, nunca deixaram, pelo menos uma grande parte, de torturar, de agiram com truculência e autoritarismo, até mesmo com pessoas inocentes e isso é terminantemente reprovável, mesmo que o sujeito seja pego em ação numa conduta criminosa qualquer, porque ao ser preso, os direitos do preso devem constitucionalmente ser resguardados, e preso qualquer infrator ou delinquente, que seja entregue à Justiça para a aplicabilidade da lei no caso concreto. É assim que deve funcionar, mas na prática, os abusos são em sua maioria, contra à lei e isso todo mundo sabe de sã consciência do que um simples militar é capaz. Imaginem as corporações que compõem as forças armadas, que não foram preparadas para administrar o país, mas sim, para defender os nossos limites territoriais em caso de guerra declarada ou então, quando foram chamados a irem às ruas, em questões excepcionais, menos para gerir o país na condição de se ter um militar graduado como primeiro mandatário. Ditadura, para quem já passou por alguma delas, como eu passei, NUNCA MAIS, esta é a verdade. Se o país está uma bagunça, então porque não irmos às ruas protestar contra os políticos corruptos sejam de quais naipes e partidos forem, mas golpismos sejam estes de onde vieram, jamais devem ser bem-vindos, porque não precisamos de ditadores, mas sim, de um país livre, democrático e ajustado ao espírito de moralidade, honestidade e de liberdade, é isso que queremos do Brasil. Agora ditadura, que formem as suas próprias quem está a defender qualquer que venha a ser esse tipo de regime de totalitário de exceção. Claro que temos que fazer alguma coisa diante de tanta bandalheira, até mesmo em nossos monturos, porque acham todos, que nesse mundo cão da política degenerativa, todos tem por dever e obrigação de tirar de certa forma, algum proveito, seja lá como e de onde for.

Nenhum comentário: