SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

domingo, 25 de outubro de 2015

HOJE NO ESPAÇO POEMANDO DE TODOS OS DOMINGOS, MAIS UMA POESIA DE MINHA AUTORIA, QUE ESCREVO MOMENTANEAMENTE NUM INTERSTÍCIO TEMPORAL DE INSPIRAÇÃO DE DENTRO DE MINH'ALMA.



REMINESCÊNCIA DE UM MUNDO TRISTE

Não há nesta vida finita
Quem não venha a revolver lá atrás
E sinta uma dor infinita
Que vai e volta da história os anais.

Volta-se bem lá no fundo
E sente bem fincadas nas entranhas
O sentimento profundo
De algo marcante de artimanhas.

Foi um amor imaginado não vivido
Algo que não alcançou
Por isso ainda sofrido
Na frustração daquilo que não abraçou.

Mas com tanta frustração nesse filme
Que se fica a reprisar
Não há solução que exime
Nesse mundo voltar a imaginar.

Vem coisas boas e ruins
A povoar nossa mente
Lembramos de coisas chinfrins
Mas também da boa semente.

Domina-se o corpo e a alma
De uma dor dolente e incontida
Fica-se agitado e sem calma
Ao extravasar uma chaga desmedida.

Pior é que não se volta mais
O que foi ficou no tempo
Não tem que dê jeito jamais
De reviver o que se foi a destempo.

Por mais que se revolva o que se passou
Nada mais há a ser consertado
Mas tudo que atrás restou
Permanece no nosso eu concentrado.

Parece que não se pode fugir
Do que se foi nesta vida
Não adianta aos céus ungir
Para curar toda necrosada ferida.

Então nada há a se fazer
Somente continuar no trilhar
O resto de tudo viver
E buscar nestas reminiscências de um mundo triste, somente muito brilhar!

Nenhum comentário: