SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

TUDO SAIU BEM, AGORA É A FASE DE RECUPERAÇÃO


     Uma das realidades que estamos vivendo em nosso país, é a questão de doenças vinculados a um dos aparelhos mais importantes do nosso organismo, o coração. Frequentemente a gente já está praticamente habituado, a ouvir falar em cirurgia, operação, incisão cirúrgica ou alguns outros termos para se referir a algum tipo de procedimento cirúrgico e, quando se trata do coração, aí é que a gente se sente mais apreensivo por ser um dos órgãos vitais de nosso organismo, sem o qual não podemos de forma alguma ter a irrigação de nosso corpo para nos dar à vida.
     Pois bem, eu mesmo já passei por isso em 07 de julho 2008, no Hospital do Açúcar em Maceió, mas no meu caso, já veio como consequência de um infarto do miocárdio, que durou em torno de sete horas e, milagrosamente, socorrido depois de todo esse tempo, no meu caso particular, fui submetido a um cateterismo e a uma angioplastia, que vem me proporcionando sobrevida até o presente momento, afora um reforço medicamentoso que diariamente sou obrigado a ingerir. Não bastasse o meu caso, minha mãe sofreu problemas cardíacos até o seu falecimento e, meu pai, faleceu em face de problemas vinculados à pressão sanguínea, que tem muito a ver com o coração e o cérebro. Então pelo que se pode concluir, estamos fadados a seguir o mesmo caminho por questões hereditárias.
    Dessa vez foi meu irmão primogênito, Miltinho Modesto, que a pretexto de fazer exames para voltados para uma cirurgia do braço, o que veio pela frente, após aguçados exames com moderna tecnologia médico-científica, foi a detecção da situação de comprometimento de seu coração, obrigando-o a ser submetido a uma cirurgia de vascularização do miocárdio (popularmente conhecida como “ponte safena”), o que veio a acontecer no dia de ontem por volta das 9h30, se prolongado até por volta das 14h30, que é a média de tempo de realização de uma cirurgia desse porte, que ocupa uma equipe de mais de seis profissionais. É de uma complexidade fora do comum, mas o importante é que a cirurgia hoje está mais modernizada do que na década de 80, entretanto, ainda se pode dizer que é uma grande cirurgia em termos do tempo, da extensão invasiva, do período de recuperação.
     O importante no caso de meu irmão, que ocorreu no dia de ontem aqui no Recife, onde cheguei para acompanhar por volta das 10h00, foi que esse procedimento cirúrgico foi um sucesso e ele se encontra no momento na UTI do Hospital Santa Joana, em recuperação e com toda certeza, vai sair novinho em folha, para com a força do Criador poder desfrutar de muito mais anos de sua vida, porque ele merece, em face do homem de luta, de garra e trabalhador que sempre foi. Aos amigos e amigas que nos desejaram sorte e sucesso, só tenho mesmo que agradecer de coração a eles por esse gesto de carinho. Meu muito obrigado a todos e todas.

Nenhum comentário: