SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

domingo, 1 de novembro de 2015

HOJE, PRIMEIRO DOMINGO DE NOVEMBRO, É DIA DO ESPAÇO POEMANDO, EM QUE ESCREVI MAIS UMA POESIA DO FUNDO DE MINH'ALMA

ESPAÇO POEMENDO



PERDIDOS NA ESCURIDÃO

Vejo à cada dia
Que tudo se banalizou
A sensibilidade se acabou
A perversidade incontrolável dominou
E tudo que era e puro não mais existe.
Coisas dantes ternas e alegres
Valor não existe mais
E o ser humano desemboca
Num fosso que não volta jamais,
E a esperança translúcida
Se foi, não tem retorno,
E na esperança que tínhamos
Nas belas canções de ninar
Onde toda pureza pueril
Inocentemente pairava no ar,
Não dá mais para se acreditar.
Que mundo, indago, é este?
Onde irmãos estão isolados
Querendo se engalfinhar,
Qual feras brutas a matar,
No mínimo vantagem tirar
E ninguém sabe o limite de parar.
Não se tem um rumo a seguir
Com tanta gente perdida
Com mentes ardentes e feridas
Sem nada saber da vida
Buscando ninguém sabe o quê!
Num mundo cruel e banal
Em que nada de especial
Existe para nos dar um sentido.
E assim continuando vamos
Como perdidos num vácuo perdido
Sem saber o que é certo
Num mundo de muitos errados
Porque o sentimento se foi,
A razão não mais existe
E o que antes era sentimento
Tudo se foi assim ao vento
Insensíveis e irracionais
Perseguindo sempre se ter mais
Focando-se sempre em bens materiais
Deixando de lado tudo
E das almas sensoriais
Isso são coisas banais
Que só mesmo o Satanás
Para consertar este mundo sem um real sentido
Repleto de corrupto e bandido
Em que não se tem jeito que se dê
Nem mesmo na esperança
Voltaremos a ter novamente
Um novo enternecer
Num novo e reluzente entardecer...
Porque perdidos estamos
Numa incomensurável escuridão!
Num grande buraco negro
Sem saída e solução... 

Nenhum comentário: