SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

sábado, 16 de janeiro de 2016

NÃO TENHO COSTAS LARGAS, SOU MANSO E PACÍFICO ATÉ AONDE PUDER, MAS TENHO QUE DIZER A VERDADE



      Muitos amofinados daqui mesmo de minha terra, chegam por vezes a me perguntar: mas rapaz, tu não tem medo não de dizer tudo isso que fala? – Não tens medo de levar uma “piza” ou então chegar a sofrer coisa pior? – Simplesmente respondo que não, porque homem que é homem, que sempre buscou ter retidão de caráter, andar sempre na linha e se conduzir dentro de qualificativos de honestidade e moralidade, que medo pode ter de quê afinal de contas?!, respondo com outra pergunta indagativa!
      Sei perfeitamente que nesse mundo animalesco em que a gente vive, a genta vive sujeito a praticamente tudo, inclusive ser vítima de uma vindita que ninguém sabe de aonde pode ter vindo, mesmo assim, quem tem medo de viver, acredito que deve ter nascido morto, porque só o fato de se viver neste mundo, como tenho dito por repetidas vezes, já é em si, um ato de heroísmo. Como não ser um herói você vivendo e sobrevivendo em todo esse vasto val de lágrimas, neste mundo recheado por todo tipo de sorte de violência, de falta de respeito, de corrupção, enfim de tudo de ruim que se possa imaginar e que se pratica diuturnamente contra muitos seres humanos e mesmo até aos seres viventes, sejam de quaisquer espécimes que venha a ser. Então só o fato de ter nascido com vida, já é um ato de heroísmo e viver nessa bagaceira, é ser um sobrevivente da resistência. Então posso indagar, ter medo de que? Só porque se está dizendo e demonstrando a verdade dos fatos que no dia a dia que ocorrem em sua volta? – Nunca fui, tampouco sou de colocar uma fenda nos olhos, tapar os ouvidos e colocar amarras na boca. Por isso mesmo, não calo, pois quem cala consente toda essa bandalheira que querem nos impor, como se nada valêssemos, ou não!
     A maioria da população, seja do nicho social que venha a ser, é realmente covarde e mofina, disso tenho a maior certeza, mas não fui forjado para ficar e permanecer calado, mesmo na iminência do que poderá acontecer ou não. Sei que o mundo é mau, as pessoas idem, mas alguém tem que ser o que é, sem tirar nem colocar. É assim que para felicitação de uns, insatisfação de muitos, que realmente sou. Não tenho medo de consequência alguma, porque tudo que faço, escrevo e externo, não estou dizendo mais do que a verdade. Claro que existem fatos que estão embutidos, enrustidos de tal maneira, para encampar a verdade, mas se esta for bem esmiuçada, investigada, se ir à fundo, com toda certeza virá à tona. Basta querer se chegar ao fundo da verdade que certamente se chegará, sem a menor cerimônia e sombra de dúvidas.
    A gente vive num mundo de muita gente medrosa e, acredito, com certa razão, porque a vida de ninguém vale absolutamente nada e, para alguém vir a ceifá-la basta mesmo um estalar de dedos, porque tem gente capaz de tudo para buscar fazer o mal a alguém, independentemente de quem seja. Sei desse risco, mas remar é preciso, viver muito mais, entretanto, o que não se pode é buscar no amofinamento, na omissão, uma razão de se viver que não existe. Qual a razão de ver tantos desmandos em sua volta e ficar, permanecer omisso e calado, hem?
     Num mundo assim, não posso, nem devo, ficar calado, porque não fui forjado, formatado pela vida, para ser um covarde de carteirinha, um paria qualquer a ficar e permanecer calado para sempre. Não é de hoje. Já sofri ameaças, retaliações, carreiras de políticos da época da pistotagem aqui mesmo em Buíque, algumas carreiras até mesmo quando de participação em protestos na época da ditadura militar, no Recife, porém nem por isso, desistir de ser um crítico ferrenho e fervoroso diante das injustiças, dos desmandos e dos descalabros que a gente presencia no dia a dia e o pior, é o fato de que, quem faz isso ainda fica gozando da cara da gente e de toda à população, como se todos nós fôssemos um bando de panacas, imbecis e idiotas e aí, camarada, durma-se com um barulho desses? Eu nunca fui de dormir, esta é a verdade, doa em quem doer. Vida a gente só tem uma, mas nem por isso, há necessidade de se perdê-la de qualquer forma, muito menos covardemente. Quem tem coragem enfrente os fatos cara à cara, olho no olho, como venho fazendo. Não mando recados, tampouco quero recebê-los de nenhum desses picaretas que existem às pencas por este mundão afora, muitos deles bem pertinho de nós próprios. Não tenho costas largas, tampouco sou a besta-fubama, mas nunca fui de ficar calado. Eles que tomem vergonha na cara e que venham a pagar como devem, pelo que vem cometendo às populações as quais deveriam dever e satisfação, pelo que na vida vieram a ocupar, esta é a verdade nua e crua, doa em quem doer, certo camaradas!

Nenhum comentário: