SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

EX-ESPOSAS DE PESSOAS PÚBLICAS, OS DETONAM QUANDO SE SEPARAM OU SE DIVORCIAM, O OUTRO LADO DA MOEDA QUE MUITAS VEZES O MARIDO NÃO DEVERIA COMPARTILHAR



     Não existem momentos mais puros e belos na vida de um casal, do que a época de namoro, noivado e o tão esperado casamento. É tudo maravilhas, sonhos, planejamento de um futuro com belos filhos e tudo no maior sentimento de amor e paixão. Casados ou vivendo sob o mesmo teto, na convivência em comum, na continuidade do tempo, os defeitos, erros, pecados, arrependimentos, de um modo geral, vão aparecendo, principalmente na dita sociedade moderna, em que todos ganharam maior liberdade de agir e de pensar como bem se entender, mas de certa forma, o mundo não deixou de ser machista, tampouco a mulher de feminista, não ao extremo, pois ainda se pode notar no toque feminino um gosto de ser o tipo de pessoa protegida, adorada e segura nos braços do macho que escolheu para ser o seu homem, esta é a realidade.
    Mas nos casamentos desfeitos, a bagaceira é de arregalar os olhos de cada ser humano, quando não se parte para algo pior e dantesco, a exemplo de violência doméstica, se partindo até mesmo para atitudes irremediáveis em que se cometem quando há a ruptura na convivência de um casal. Há alguns anos isso era coisa difícil de se acontecer, mas mesmo assim, sempre existiam separações, mas a mulher de alguma forma, sempre levava a pior e não havia essa de fazer barraco ou vingança pública como vem acontecendo com os casais de hoje, principalmente quando tem destaque na mídia e publicamente.
     O ex-presidente Collor, teve sua vida devassada pela ex-mulher Roseane Collor, Renan Calheiros também teve as suas desavenças cabeludas, quando teve um filho com uma bela assessora, entre outros tantos famosos. Famosos do mundo artístico também, de outros meios inseridos no contexto do mundo dos ricos, é que o barraco é feio mesmo. É bem maior do que na classe menos favorecida, que em suas separações, o que tem mesmo a dividir são filhos, miséria, dívidas e vontade de comer, nada mais que isto.
    Agora veio a vez de Aécio Neves, em que ex-mulher, que foi esposa de um ex-governador mineiro e ex-candidato à presidência da república, está jogando tudo no ventilador e procurando lavar a roupa suja em público e, como as mulheres costumam sempre saber de todos os segredos de seus maridos, quando das separações, a hora de execrá-los publicamente, principalmente se são figuras públicas e numa separação, é quando da ruptura desse entrelace de juras de amor. Primeiramente, como forma de vingança de seus ex’s e outra, como forma de se destacar, principalmente se tiver boa forma, com certeza poderá vir a ser manchete nos principais meios de comunicação e até mesmo capa da Revista Playboy. Na verdade é assim mesmo que a banda toca do lado das mulheres vingativas que se frustram diante de um amor perdido e que não volta mais. Então para essas, nada mais correto do que detoná-los sem dó nem piedade. Um dos exemplos também, foi a ex-esposa do ex-prefeito de São Paulo, Celso Pitta, que teve revelada as suas práticas de corrupção deslavadas, logo depois de sua separação. O mesmo está acontecendo com Aécio Neves no momento, quando sua ex-esposa vem de público denunciar as suas falcatruas políticas.
        Pelo bem ou pelo mal, melhor seria que os homens, não confiassem tanto assim nas juras de amor incondicional num altar de casamento diante de suas noivas e futuras esposas, porque estas podem ser quebradas por vingança, quando de uma separação, em que dominadas por alguma mágoa, detonam sem dó nem piedade os seus ex-maridos, principalmente se tiver nome de grande repercussão no cenário político, no meio público e social. Quanto às mulheres dos pobres, o barraco fica limitado tão-somente à localidade de suas moradias sem maiores consequências. Então homens públicos e, se políticos, que se cuidem com as mulheres que tem, porque qualquer um pode ser uma presa fácil nas garras afiadas de mulheres poderosas, que vingativas e se for bonita, aí é que o bicho pode pegar mesmo, porque levam o dinheiro do sujeito, o execram publicamente e se for mais ousada, ainda publica um livro falando das intimidades vividas entre quatro paredes. Nesse mister, certo políticos, pessoas públicas de destaque, que se cuidem e nem todo segredo deve ser compartilhado com as suas mulheres e companheiras, que na hora de uma ruptura de convivência a dois, não estão nem aí para as conseqüências que poderão advir no sentido de denegrir a imagem de quem jurou fidelidade, amor e convivência continuada no amor e na doença, porque isso não passa mesmo de uma mera promessa de quem momentamente troca juras de amor e de paixão, nada mais que isto.

Nenhum comentário: