SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

O CIRCO DO GOLPE SE ARMOU, E AGORA PALHAÇOS?



      Não se poderia ter certeza de que se iria conseguir 2/3 do número dos deputados federais, para se tentar barrar a admissibilidade do impeachment da presidente Dilma Roussef, mas ainda assim, poder-se-ia alimentar uma ponta de esperança de impedir o golpe, mas não, porque na verdade existiam no circo armado ontem, mais de 300 palhaços no salão. Lula certa feita falou que no Congresso Nacional existiam mais de trezentos picaretas, o que foi confirmado por Ciro Gomes, mas que na verdade, esse número é um pouco ainda maior, e isso se pode comprovar na lacônica sessão de ontem, onde se montou o palco da desfaçatez previamente preparado para apear a presidente do poder, em face da conspiração previamente montada, pela dupla Michel Temmer e Cunha.
    Pude acompanhar todos os debates e as votações do início ao fim e perceber, que a depender desses legisladores, sinceramente, estamos realmente perdidos como país sério, porque não existe o que falar de coisa séria diante de uma turma tão hipócrita quanto essa do Congresso Nacional. Quanta decepção pude sentir ontem, coisa que jamais houvera sentido por toda a minha vida. A indignação, a perplexidade, à medida que cada deputado ia votando e se apurando voto à vota, me fez sentir vergonha de ser brasileiro, tamanho o descaramento, a hipocrisia estampada na máscara de cada um da maioria dos parlamentares quando da emissão do voto, em suas falas. Realmente, nossa representatividade não vale o produto do pão que alimenta a cada um deles. Uma verdadeira vergonha nacional.
       A desfaçatez estava estampada, o descaramento, o fingimento, a mentira, poder-se-ia perceber na máscara de cada um, quando eles abriam o verbo (muito mal, por sinal), para emitir o seu voto, quando hipocritamente, diziam: “em nome da família brasileira, de meus filhos, do clamor das ruas..... – Essas baboseiras que dá para se perceber que não vem da alma de ninguém, na vida de quem usa de sinceridade, de honestidade e de honradez. O que se pode ver de verdade, foi muita cara de pau. Existiam até muitos jovens deputados, que a ser o futuro político de nosso país, aí sim, é que estamos perdidos mesmo de verdade, porque não passaram também, de produto da mediocridade política.
      Pior mesmo, foi a dita bancada evangélica! Quanta decepção, evangélicos da prosperidade, que na verdade, só visam mesmo dinheiro ou vantagens indevidas, mas sempre querendo algum tipo de moeda de troca. Enganam seus seguidores nas supostas igrejas onde pregam, mas não passam na verdade, de embromadores, vendilhões do templo para as pessoas que os seguem. Ontem, foi na verdade, o dia da mentira, do engodo, da enganação, onde cada deputado mostrou a sua máscara no circo armado previamente para dar o golpe fatal e com aviso prévio, à presidente Dilma Roussef. Palhaços, enganadores, embromadores, falseadores e plantadores de ilusões políticas que jamais no mundo real das coisas, irão acontecer, a não ser se beneficiarem eles mesmos nas suas sendas de tirar sempre vantagens de tudo e de todos, porque de outra forma, não há como se vislumbrar alguma esperança da parte desse Congresso de enganadores, embromadores e de picaretas deste país.
      Agora dentre todas as bancadas, entre tantos palhaços a desfilar no salão, a pior de todas elas, em termos de representatividade, foi a do Estado de São Paulo! Quão despreparada, não querendo dizer com isso, que os outros estejam preparados para o regular exercício de seu mandatos, mas a desse estado, é uma bancada deplorável, simplória e mais hipócrita do que as demais, principalmente no despreparo para cada um representar o povo paulista, mas àquilo que vi, não passou na verdade do retrato do maior estado do Brasil.
   Por fim, nesse circo político armado ontem, dirigido pelo palhaço-mor Eduardo cunha, não deu para perceber sinceridade alguma na fala desses mais de trezentos piratas existentes no salão, mas sim, um magote de farsantes, embusteiros, descarados e que na verdade, só reflete a pobreza política em que nosso país vive, por isso mesmo é que a corrupção é que vai continuar ainda mais desenfreada e com mais força, porque a promessa miraculosa é a de livrar a cara de mais de duzentos deles que são produto de investigações no envolvimento de vários crimes praticados com a administração pública ou mancomunados em parceria do à iniciativa privada, envolvidos em vários escândalos também. Na verdade, foi um dia, que adentrou pela noite, de mediocridade, de hipocrisias e do desfile de mais de 300 palhaços no salão, esta é a nossa radiografia política da atualidade. Só sei mesmo, que o circo foi montado, agora os palhaços-mores, que tomem conta das palhaçadas que vão cometer em desfavor de nosso povo, em que grande parte, merece realmente os palhaços que colocaram lá no Congresso Nacional. Pior é alguns deles bradar alto e em bom tom, bater nos peitos e dizer que chegou ali por seus próprios méritos. Aí sim, como a coisa não era para rir, a gente tinha mesmo, que ficar sério e com o olhar fixo no aparelho de televisão, porque desde o início, que o desfecho final da palhaçada na era previsível.

Nenhum comentário: