SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

O ONTEM, JAMAIS PODERÁ SER REPETIDO NO HOJE E ISSO, É O CAMINHO DA VIDA DA GENTE


    Na vida, só temos um propósito inarredável e certeiro, que é o último suspiro de cada um de nós. Sempre foi assim e dessa forma será, porque quem dá o rumo da vida de cada um, na verdade, é um mistério insondável, que dificilmente existe quem humanamente possa nitidamente explicar.
    Nascemos para ter um lapso temporal de vida curto. Talvez, não tão curto assim, porque a máquina humana é na verdade, a mais perfeita do qualquer máquina projetada, montada e fabricada pelo ser humano. Não existe máquina mais perfeita, porque minha gente, convenhamos, um ser humano viver com seu corpo funcionando, ainda que aqui, acolá, uma peça desse corpo apresente alguma falha de funcionamento, em muitos casos, por culpa nossa mesmo, não é de se acreditar que exista coisa mais perfeita no mundo do que o corpo humano.
       Nem o mais avançado computador do mundo ou na área da robótica, existe estrutura viva mais perfeita do que o ser humano, porque tanto o computador, quanto a robótica, são invenções avançadas da criatividade da mente humana, em comunhão com a própria natureza, porque a bem da verdade, tudo vem de inspiração neste mundão em que vivemos.
      Ninguém nasce para ter uma vida longeva demais, senão, quem sabe só não houvesse um fim metrificado ou não, como é que não estaria este nosso Planeta, hein!? - Dá para se acreditar que não caberia mais de tanta gente que existe no mundo. Ainda assim, dizem existir em torno de 8 bilhões neste solo, mas esse número pode ser verdadeiro ou não. Mas na realidade, deve existir sim, porque nascem mais pessoas do que morrem e desta feita, a tendência da população do Planeta é sempre aumentar a cada ano que passa, e isto é uma realidade da qual não podemos fugir. 
       O que todos nós temos ciência própria, é o fato de que ninguém sabe até aonde podemos ir. Se morremos cedo, com idade mediana ou velhinhos, gagás, mas o certo é que se nascemos, fatalmente, para nossa tristeza, haverá um dia de que será o último em que esta perfeita máquina vai deixar de funcionar para nunca mais alguém reerguê-la, por impossibilidade disso vir a acontecer. Poderia até ter conserto, mas aí, vem o mistério de que, não passamos de uma massa formada por elementos químicos da própria natureza, que voltarão a terra para nunca mais voltarmos. Existem àqueles que acreditam que um dia o homem vai descobrir uma fórmula científica, de reavivamente, de reativação do corpo humano, e a família gasta milhões para colocalá-lo num sistema de criogenia, para, com o corpo congelado à determinada temperatura, possa, enfim, conservado, chegar um dia, quando o homem descobrir meios, posso vir a reativar esse corpo, o que dificilmente acontecerá, porque a morte é única e ninguém jamais voltará dos mortos.
      Por isso mesmo, é que devemos viver o hoje, porque o ontem já passou, que tem interesse em nossa história, não há de se ter a menor dúvida, mas o que passou deve ficar lá no fundo do baú e, viver cada minuto intensamente, assim é que deveria ser as nossas vidas, o que nem sempre acontece.      

Nenhum comentário: