SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

sábado, 17 de dezembro de 2016

AFINAL DE CONTAS, SEU VOTO VALE QUANTO E O QUE VOCÊ, CIDADÃO OU CIDADÃ PODE RECLAMAR DAQUELE EM QUEM VOCÊ VOTOU, HEIN!?


   Duvido que algum político, ou daqui ou dalhures possa bradar no peito, em alto e bom tom, para dizer que foi eleito honesta, de forma limpa e democrática, por que minha gente, a maioria só se elegeu mesmo na base da compra de votos e por um valor bem alto na cotação eleitoreira. Na minha visão e jamais escondi de ninguém, esses políticos que são eleitos dessa forma, que moral tem o povo para cobrar alguma coisa deles, se foram eleitos com o voto comprado, hein!?
      Tem não, minha gente! - Eleitor algum, em sua grande maioria, não tem que se impor a político nenhum, quando busca através da venda de seu voto como se fora uma mercadoria encontrada em feira de mangaios, à troca de dinheiro, seja lá quanto for, vender sua dignidade, sua moral e sua maior arma para tirar e colocar no poder certos políticos, que na verdade, o seu lugar reservado mesmo, era na cadeira, vendo o sol nascer quadrado. Infelizmente muitos conseguem se safar, outros aínda tem o desprazer de ainda ser algemado pela Polícia Federal, tirar uma foto ou ser filmado quando da entrada na Superintendência dessa corporação, mas em muitos casos não passa disso. Então gente, não se pode, tampouco se deve, votar nessa cambada de ladrões, enrrolões, embromadores e salafrários que só visam mesmo, quando eleitos com o voto comprado, tirar os benefícios, sejam de quais setores venham a ser, em seus próprios proveitos e depois de eleitos, o que dão mesmo, é uma banana para cada um de vocês ou então um fumo daquele bem grosso de Arapiraca, esta é a verdade, ou não? - Embora o Brasil venha dando alguns sinais de mudança, prendendo gradalhões e políticos aqui, acolá, já se pode considerar um bom começo para dar o troco nessa cambada de sem-vergonha. Agora alguns dos eleitores também, deveriam amargar no mínimo um processozinho por corrupção passiva, porque quem vendo o voto, pratica um crime da mesma forma que o político que compra.
     Fico indignado com essa patifaria, tanto de quem compra, quando de quem vende o seu voto, por que democrativamente, os que tem boas intenções, porém não tem dinheiro ou que jamais desejam ser eleitos comprando o voto de quem quer que seja, jamais serão eleitos e, os péssimos políticos vão sempre continuarem no comando de todos os níveis da política brasileira e, em sendo assim, nada poderá mudar. Falar em mudança, que mudança por exemplo está sendo processada no Brasil, com esses políticos que temos, senão de arrombar as classes menos favorecidas, inclusive com o fumo entrando em todos os que desaprovaram o governo da presidente Dilma, também vão pagar da mesma forma do que àqueles, com a mesma amarga moeda, que como eu, sempre fomos contra a atitudes antidemocráticas ou a um golpe previamente anunciado!
    Enquanto o povo manter essa mentalidade idiota e mercantilista de vender o que há de mais sagrado em sua conduta moral e social, a exemplo do voto, do poder de decidir quem vai colocar no poder, essa séria de imoralidades não vai acabar de forma alguma, por que quem vende seu voto ou quem se elege comprando o voto de sua base eleitoral, que moral alguém tem para fazer a vontade popular e democraticamente exercer o seu mandato e o povo, o seu direito de reclamar dos malfeitos daquele em quem depositou o seu voto de confiança, hein!?
      Por isso mesmo, cambada de vendilhões do templo, não adianta agora, choramingar pelo que você imbecil que vendeu o seu voto, reclamar de porra nenhum, porque a bem da verdade, quem mercancia o poder de decisão de uma eleição, não tem moral para absolutamente nada, por isso mesmo, reclamar a quem e o quê, hein, cambada de idiotas, hipócritas e salafrários iguais aos que foram eleitos. Eleitor que vendo o voto, é tão corrupto quanto o político em quem ele votou, esta a verdade nuna e crua e vá prá cara do caralho quem bem entender, ok, pessoal!

Nenhum comentário: