SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

MINISTRO DA JUSTIÇA, NO MEMBRO DA SUPREMA CORTE BRASILEIRA!?


     O Brasil, pelo visto é o país da piada pronta. Não pode ser levado à sério jamais. O governo golpista de Michel Temmer, que de um agregado obscuro de uma chapa com a ex-presidenta Dilma Roussef, conspirador, hipócrita e golpista, chegou a apear a titular do poder, com uma ardilosa conspiração e, sem o voto popular, chegou a defenestrá-la do poder e ficar no seu lugar de titular. É um sujeito sem o menor escrúpulos, por isso mesmo, vem fazendo e desfazendo o que bem quer e entende, com esse Congresso Nacional fascista, que é o pior de todos os tempos de nossa história congressual.
    Além de tantas estripulias levadas adiante pelo Temmer, agora vem a vez, em que vem a indicar um nome para ser ministro do STF, no lugar de Teori Zavaski, que honrou o cargo que ocupou, apesar daquela corte, ter uma credibilidade zero diante do clamor popular, porque também tem sido co-partícipe de tudo de ruim que vem acontecendo neste país e esse órgão máximo que deveria zelar pela defesa da constitucionalidade das leis e via de regra, de o Estado Democrático de Direito do Brasil, não vem agindo como determina o figuro legal da razão de ser e existir desse poder. Na verdade, só tem mesmo desonrado a população brasileira com as suas decisões, que são demasiadamente polêmicas.
     Quando alguém vem a se formar em direito, cada qual tem o livre arbítrio de defender todo e qualquer cliente, afinal de contas, como sempre tenho dito, advogado não tem patrão. Então nessa condição, ele pode contratar toda e qualquer causa, a depender, em muitos casos, de visão ético-profissional, porque contra uma pessoa conhecida na mesma luta diária como advogado, da mesma base de atuação territorial, eu jamais pegaria uma causa contra alguém que estou em contato diuturno, porque vejo aí uma escancarada falta de ética profissional, razão pela qual,  já cheguei a me negar a pegar ação contra alguém de minha própria categoria profissional, sobretudo, se for conhecido ou de minha área geográfica de atuação, aí é que não pego mesmo. Muitos não pensam e agem dessa forma, mas é uma questão pessoal de visão ética e de conduta moral. O fato de Alexandre Moraes, atual ministro da Justiça, desse malfadado governo golpista, Michel Temmer, apesar de já ter advogado para o PCC ou outras facções criminosas, não o descredencia em nada para vir a ser indicado pelo "presidente", para o cargo de ministro do STF. A questão em si mesma, é o seu posicionamento ideológico, a forma de agir e de pensar, que não o faz se enquadrar dentro do figurino impecável, de um ministro da Suprema Corte Nacional.
    Um cargo de tamanha envergadura, apesar de ser um ato discricionário de quem estar no ápice do poder maior nacional, deveria ter critério na sua escolha, levando-se ao pé da letra, a cartilha de que tem que ser um profissional do direito de notório saber jurídico, de conduta ilibada e equilíbrio em suas ações, inclusive na sua forma de agir e de pensar, qualidades que não credenciam Alexandre Moraes como um ministro vitalício daquela Corte, que se diz guardiã da constituição federal e da defesa do Estado Democrático do Direito, porque se assim o fosse, teria barrado logo de início, o impeachment da presidenta Dilma, que foi apeada do poder por um bando de calhordas que infelizmente, representam o povo brasileiro no Congresso Nacional, não, quem sabe, por culpa deles, mas do próprio povo, que faz de seu voto, uma mercadoria de feira de mangaios, daí termos esse arquétipo aleijado de um magote de sem-vergonhas que compõem o nosso legislativo federal, não sendo diferente nas outras áreas mais inferiores, para infelicitação ainda maior de nossa gente ou pelo menos, daqueles que tem uma massa encefálica para imaginar e pensar. Que Deus tenha piedade de nós e nos acuda!

Nenhum comentário: