SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

TEM GENTE QUE É CEGA MESMO E NÃO VER QUEM NÃO QUER!


    De um modo geral, o povo tem uma visão apequenada sobre os fatos realísticos que estão à frente de seus olhos, mas por fatores de intelecto encefálico, não veem porque mesmo não querem. Às vezes até, intencionalmente, para não dar o braço a torcer, vez que, pode vir a ferir posições antagônicas e imbecis, que em muitas circunstâncias, mesmo reconhecendo que estão errados, ainda assim, não querem abrir mão daquilo que imaginam ser o certo. 
      Fatos dessa natureza, não são coisas novas, tampouco dessa ou daquela comunidade ou determinado círculo geográfico onde se formam aglomerados de pessoas com identidades semelhantes, porém jamais iguais, porque igualmente iguais, jamais existirão pessoas dessa forma. Tem que haver as diferenças, porque senão, não existiriam as mudanças, o pensar dessa ou daquela forma, o ato das ações de cada pessoa e isso, de certa forma, faz parte da democracia, agora, ser burro intencional diante de determinadas realidades que saltam aos nossos olhos, aí não dá para entender ou aceitar. Porque uma coisa é ser ingênuo, inocente útil, babaca mesmo. Outra, é a gente buscar ver o mundo, as coisas em nossa volta, como elas realmente estão sendo apresentadas e como são de verdade. Permanecer na cegueira intencional, no meu entender, é nunca querer jamais sair da mediocridade em que sempre viveu, porque o ser humano sempre deve abrir o seu olhar, os seus olhos, para o que acontece ou aconteceu em determinado momento histórico da vida da gente e de um povo.
      O que a gente pode perceber, é que existe uma gama de pessoas, que se engana porque gosta, tem prazer, sente-se num mundo de êxtase em viver num pseudo-mundo encantado de mundo de fadas, o que só existe mesmo no imaginário de quem pensa e imagina dessa maneira. A realidade, minha gente, não é todo mundo que tem o poder de ver, visualizar na sua concretude, para ver realmente o que aconteceu e o que acontece em determinado momento histórico de nossas próprias vidas e na vida de um povo.
   É assim mesmo que acontece em muitas cidades pequenas, a exemplo de minha própria, Buíque, aonde existe um magote de pessoas, que só veem mesmo o que lhes convém, porque apesar de ter olhos que um dia a terra haverá de comê-los, mesmo assim, só buscam visualizar o que bem querem e entendem. Então tentar explicar, querer mudar a mentalidade desse povo, é coisa dificultosa e que não vale à pena tentar, porque pode demorar mais de duzentos anos e essa pisadinha vai ser a mesma. A própria história do lugar nos tem mostrado isso e veja que nossa terra, a primeira pedra fundamental, que poucos conhecem, foi dada por Félix Paes de Azevedo, nosso fundador, em 1752, quando doou mil braças quadradas de terras de sua fazenda, para construção da Igreja Matriz de São Félix de Cantalice, certamente, para garantir um lugar no Céu, o que acredito, se restar ainda cinzas dele, esse lugarzinho ele não chegou a conquistar não senhor! - Que Deus dê um pouco mais de compreensão e intelecto ao nosso povo!

Nenhum comentário: