SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

sexta-feira, 28 de abril de 2017

AS MODIFICAÇÕES DA CLT, NA BASE NA FORÇA, SERÁ QUE VEM A RESOLVER A QUESTÃO DO DESEMPREGO?


    Tenho dito e repito em minhas opiniões e matérias, que a questão de crises e de desemprego, não é de hoje. Desde minha mocidade, na década de 60 para 70, que vivendo grandes agruras no estado de São Paulo, que sempre senti na pele a dificuldade de se encontrar um emprego. Em muitas ocasiões, eu e outros conhecidos meus de Buíque que também por lá moravam, chegávamos a andar à pés quilômetros e quilômetros, de vila em vila, pelos bairros mais sofisticados da cidade de São Paulo, sem sequer o dinheiro para a condução de ônibus, e a cada busca, sempre voltávamos, eu e os meus acompanhantes, de mãos abanando, vazias, sem sequer ter a mínima chance de ter encontrado um emprego, por mais reles que fosse, porque nas circunstâncias em que vivia, não podia escolher emprego de forma alguma. Qualquer um que viesse, seria bem-vindo. Foi assim, que depois de muito penar, consegui um emprego de ajudante geral, na Fábrica de Brinquedos Bandeirantes, pertinho de minha casa, na Vila Ema, ganhando salário mínimo, que pertencia a um português e o trabalho era praticamente como uma semi-escravidão, porque a gente sequer poderia demorar muito tempo até mesmo para ir ao banheiro fazer alguma necessidade fisiológica, que se demorasse um pouco a mais, seria chamado aos berros, pelo chefe de linha de produção. Era assim mesmo, não existia regalias nenhuma.
     Aí vem nos dias atuais, a classe empresarial e um bando de salafrários políticos que os representa, querendo implantar modificações que só vem a fragilizar uma categoria de trabalhadores completamente desprotegidos, com mudanças em que de um lado, quem vai dar as cartas são os mais potencialmente fortes, que são os empresários, a pretexto de que, da forma como a lei trabalhista está posta, é que está atravancando a geração de emprega, de trabalho e renda. Pura balala! - Descarada mentira, porque esse filme já venho assistindo há longas datas, principalmente de quem trabalha de peão, que é completamente explorado, tanto naquela época de minha juventude, quanto agora e o que querem realmente, é afrouxar ainda mais a legislação obreira, no sentido de flexibilizar contratação de pessoal como bem quiserem e entenderem, causando sérios danos nos direitos dos trabalhadores, com a esfarrapada desculpa que só com essas mudanças "modernas" será possível tirar o país da crise e gerar os mais de tantos milhões de empregos que grassam país afora. Só falácias e mais falácias e nada mais de prático, para realmente tirar o país da crise, que na verdade, os principais responsáveis, são justamente os privilegiados que ganham altos salários, corruptos da iniciativa privada, pública, em conchamblanças com políticos maus-caráteres, foram quem realmente colocaram o país no buraco em que se encontra ou do qual nunca saiu, porque como disse no início, lá atrás a cantilena era essa mesma. Então minha gente, não me venham com essas conversas fiadas que para mim não colam de forma alguma!
      Ora, essa questão de trabalho fragilizado, na prática já existe, porque as grandes empresas, o que tem feito é terceirizar trabalhos intermediários, meio e, quanto aos fins, estes são mantidos por conta da empresa ou do conglomerado empresarial. Um exemplo são as grandes empresas que contratam empresas-meios para execução de trabalhos às suas expensas, ficando a responsabilidade social com as empresas contratadas, prática essa também, já encampada pelos entes públicos, quando através de processos licitatórios, a maioria absoluta fraudulentos, contratam empresas com valores superfaturados, muitas das quais, só se prestam mesmo para lavagem de dinheiro. Essa terceirização de trabalho já existe de fato. Não está na CLT, mas que existe, disto não se pode ter a menor dúvida. 
       O pior dessas "empresas" que são contratadas pelos entes públicos, através de processos licitatórios, repito, de caráter duvidoso e lesivo ao erário, é que quando são demitidos chove um sem-número de ações trabalhistas contra os entes públicos contratantes e contratadas, que mesmo sendo responsáveis diretos pelas obrigações sociais, são chamados a integrar à lide no polo passivo processual e, em caso de culpa, são responsabilizados no lugar da empresa contratada com comprovada má-fé, para que pague dívidas contraídas com tal empresa, que seria em tese, de responsabilidade desta, mas como em muitos casos, o que existe mesmo são falcatruas brabas, em muitos casos, termina por ser responsabilizado, embora a jurisprudência tenha dado outro sentido nessa questão. Então falar de terceirização como novidade, isso não existe, porque na prática é o que mais vem se fazendo mesmo antes do ano de 2000. Agora as mudanças que querem introduzir, que já passaram à grosso modo, na Câmara dos Deputados, vai fragilizar ainda mais a classe trabalhadora, que é a parte mais fraca da relação capital e trabalho. Então que a greve de hoje, seja uma demonstração de força do povo brasileiro contra esses políticos salafrários, cabras safados, corruptos e ladrões, sem falar da iniciativa privada, para, pelo menos, lá no Senado, parte dos picaretas venham a se curvarem diante do clamor da população que em última forma, é quem detém o poder em suas próprias mãos. VIVA A GREVE DESTE DIA 28 DE ABRIL!

Nenhum comentário: