SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

domingo, 9 de abril de 2017

GENTE VAMOS FAZER UM "ESFORÇOZINHO" E LER MAIS UM POUCO!


   Ora, minha gente, se o povo de um modo geral, já não tinha o hábito de ler, com a televisão, a internet e seus mecanismos, ferramentas em celulares e em computadores, como facebook, twitter, instagran, watsApp, entre outros aplicativos que possibilitam a comunicação ao vivo, a leitura se já não era muito atrativa, está ficando cada vez mais de lado, mas não sabe quem muito se prende à internet, o que está perdendo, quando se vê de frente com um livro físico, o sente nas mãos e vai adentrando no mistério que traduz cada palavra, cada frase, cada estrofe, cada capítulo, que à medida que se vai fazendo a sua própria viagem em determinada leitura, você no seu imaginário, vai criando o seu próprio mundo. É assim que a leitura possibilita o ser humano ao conhecimento, ao aprofundamente deste e a passar de certa forma, a compreender o mundo e a nossa própria vida.
   Não é fácil não, quando a gente se dedica praticamente todos os dias a escrever uma matéria, um conto, uma poesia, uma frase e sequer aparece alguém para ler, ou então, quando aparece, é só um número de pessoas que chega mesmo a frustrar quem produz o texto literário ou produz alguma coisa no campo da cultura. É triste não se ver valorizado, muito menos, não lido quando você escreve alguma coisa, algum texto de conteúdo, de interesse geral, e poucos são os leitores que aparecem para ler o seu texto. Realmente isso nos deixa frustrados e decepcionados, mesmo assim, não nos tiram a garra de continuar escrevendo e buscando ao máximo possível, ser o mais criativo que se pode nos textos literários que produzimos. 
     Só para se ter uma ideia, de acordo com estudo realizado pelo NOP World Culture Score Index, para  medir hábitos de mídia em 30 países, o Brasil se classificou na 27ª posição no ranking de leitura, à frente apenas de Tawian, Japão e Coréia. A pesquisa mostrou que o brasileiro dedica, em média, apenas 5 horas e doze minutos por semana para a leitura de livros. A pesquisa ainda mostrou que a preferência nacional é ver televisão (18 horas e 15 minutos) e ouvir rádio (17 horas semanais). Outro fator que não é de surpreender ninguém, é o de que, o brasileiro tem um apetite pela internet, em que se gasta em média 10 horas e 30 minutos semanais navegando com fins não profissionais, o que nos coloca na nona posição do ranking mundial.       
   Outro fator surpreendente, é que, os venezuelanos e argentinos, são os melhores classificados na leitura, na América do Sul, destacando-se a Venezuela no 14º do ranking e a Argentina, no 18º lugar, com 6 horas e vinte e quatro minutos e 5 horas e cinquentga minutos de leitura semanal, respectivamente. De conformidade ainda com esse estudo do NOP World, o troféu vai para a Índia, que são os que dedicam mais horas por semana de leitura de livros. O tempo médio semanal de leitura na Índia é 1 hora e trinta minutos maior do que a segunda colocada do ranking, a Tailândia. Os indianos utilizam 10 horas e quarenta e dois minutos de seu tempo semanal para a leitura de livros; os tailandeses, 9 horas e vinte e quatro minutos, sem levar em consideração, que o segundo lugar vai para a China, razão pela qual, esses países vem adquirindo índices incríveis de desenvolvimento.
    Logo minha gente, não é puxando brasa para a nossa sardinha não senhor, mas a leitura é muito importante para o conhecimento e aperfeiçoamento do próprio ser humano. Quem não tem a habitualidade de ler, pode observar que é uma pessoa geralmente alheia a tudo que lhe acontece em volta do mundo, e não demonstra ter conhecimento algum sobre qualquer assunto que se coloca em discussão. Então minha gente, vamos fazer um "esforçozionho" e ler mais um pouco, não propriamente o meu texto, mas de quem escrever qualquer texto, desde que seja interessante e chame a sua atenção. Que vamos colocar mãos à obra na leitura, minha gente!      

Nenhum comentário: