SLIDE POSTAGENS

QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

A POLÍTICA SEMPRE TEVE DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS, E ISSO VEM DE LONGE, PENSAR NUM BRASIL DE FUTURO, QUE FUTURO?



     Não venham me dizer que tudo na política é produto do hoje, que vem do ontem. À bem da verdade, a política, seja em qualquer parte do mundo que esteja colocada em prática democrática, ela sempre foi e assim será para séculos sem fim amém. Até imagino que talvez em regras rígidas a ser implantada, talvez haja mais disciplina. Existem países, em que a questão política evoluiu no termo ético da palavra, enquanto que, numa grande maioria, isso não veio a acontecer, a exemplo do Brasil. Aqui política, que vem de “polis”, cidade, cuidar da cidade e cuidar bem, vem do grego, mas aqui em nosso país, ganhou sinônimo de ladroeira, roubalheira e de se obter indevida vantagem. Pior é que quem se elege, na maioria das ocasiões, é eleito com uma pregação e, ao assumir o mandato, quando menos se espera, está praticando tudo ao contrário do que pregara, esta é a verdade real, no mundo real da política nefasta, desvirtuada dos seus verdadeiros primados.
     Eu particularmente, cheguei a me decepcionar de vez com a política. Vivo nela, mas não busco agir como a grande maioria age. Claro que se tem que ter jogo de cintura, mas o pensar e agir de cada um, é que delimita o seu campo demarcatório entre o que é certo e errado. Cada qual que faça a sua parte da melhor forma possível, porque sempre busquei e busco fazer a minha. Não estou nem aí para o que os outros venham a fazer, mas se a coisa for escura mesma, aí sim, pode até ser o momento que venha a dar o meu grito de repúdio, mas do jeito que as coisas são, a gente tem que agir de acordo com o toque da música. Não estou aqui citando A, B, C ou D. Isto de forma alguma, mas que, em determinados momento, a coisa é tão aberrante, como está sendo no Brasil, que não se dá para ficar calado de jeito nenhum, porque o que está imperando mesmo, é a mais exacerbada pilantropia e isso, camaradas, para quem teve e tem uma conduta de ética que sempre buscou zelar e tenho zelado, não dar para engolir sem cuspir.
   A gente vê lá no grosso da política, o que vem acontecendo, é de cair o queixo, baixar os olhos, deixar cair a cabeça e sair de fininho, porque não dá para suportar tanto descaramento e sacanagem que estão fazendo deste nosso país. Estão estuprando, ou reestrupando o Brasil, como já o fizeram por diversas vezes e ninguém está nem aí. Até mesmo os palhaços “coxinhas”, os paneleiros, que até pouco tempo passado saíam às ruas, batiam panelas, agora estão todos caladinhos, como se nada estivesse acontecendo. Todos colocaram o rabo para baixo, como cachorro vira-latas que corre no primeiro bater de pés e estão todos escondidos, calados e, pelo visto, tudo para eles está às mil maravilhas, enquanto o nosso país está afundando cada vez mais na podridão dessa politicalha tacanha e safada. Essa gente, não merecia sequer ter nascido, quiçá viver, porque é inservível!

   Minha decepção com a política é tanta, que não tenho vontade de votar mais em ninguém. Fui candidato na última eleição, somente pregando uma filosofia diferente, de conformidade com o que sempre preguei por toda a minha vida, mas minha decepção foi grande. Grande, não! – Já esperava por isso! – Mas pelo menos, esperava ter tido um pouco a mais de votos, pela força da palavra que sei que tenho o dom. Cada qual, sabe de sua força interior e eu, tenho o dom da palavra, principalmente no quesito de formador de opinião pública, porém como político, candidato, reconheço, definhei, quer dizer, eu não!, o bando de idiotas que só vota mesmo com o voto vendido, comprado pelos vendilhões do templo, que os temos à rodo e vão continuar mandando nessa política medíocre e tacanha em que vivemos, foi quem perdeu uma pessoa que talvez fosse uma voz viva na defesa dos interesses do povo. Até quando, ninguém sabe quando. Procuro direcionar as gerações que estão me sucedendo noutra linha ou na mesma lição de vida que tenho buscado deixar. Agora, a bola da vez, quando desta me for para outra, com certeza vai estar com eles, mas digo com toda certeza, se estiver mesmo no andar de cima, vou observar bem, que tudo vai continuar do mesmo jeito, porque nada vai mudar, a não ser, para pior, porque a juventude se deixa embevecer pelo canto da sereia de quem está no poder de mando. Sempre foi assim e assim sempre será. Brasil de futuro? – Que futuro?

Nenhum comentário: