QUEM REALMENTE SOU

Minha foto
BUÍQUE, NORDESTE/PERNAMBUCO, Brazil
A VERDADE SEMPRE FOI UMA CONSTANTE EM MINHA VIDA.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

NÃO SE DEIXEM ENGANAR MAIS UMA VEZ! - DE PICARETAS, JÁ BASTA!


    Ora gente, para quem vem sendo enganado por muito tempo e o tempo todo, não é possível que vá se deixar enganar mais uma vez. Mentiras, encenações teatrais, promessas miraculosas que jamais chegarão, vão aparecer aos montes. Até mesmo o Céu aos pecadores e uma praia para a sua cidade, vão procurar prometer, mesmo que o mar esteja a quilômetros de distância e o Céu, a uma distância infinitesimal, impossível de lá se chagar facilmente ou de jeito nenhum, principalmente para os crédulos, pecadores jamais verão o reino dos céus. Então minha gente, se buscam fazer a promessa do impossível, é por que boa coisa não se pode esperar de gente desse tipo. Dá para confiar um monte de galinhas num galinheiro sob os cuidados de uma raposa, enquanto se vai ali na esquina? – Acredito que não, mas é o que acontece em nossa política, mais precisamente, a que mais nos interessa, que é a de Buíque.
   Grupos propriamente ditos, formados, tanto de oposição, quanto de situação, ainda não existem. Conversas de bastidores, estão sendo feitas de lado à lado, mas uma definição concreta ainda não é possível sair desse novelo de lã. Agora que vai sair, se desenrolar ou se enrolar ainda mais esse novelo, não se pode ter a menor dúvida. Algo de bom, de ruim ou piorado, vai ter que sair, porque as eleições já estão batendo às portas. Costumam dizer, sobretudo os que não vivem nesse meio político, que em Buíque, mal termina uma política ou se desce do palanque, que já entra em erupção o vulcão de outra política. Isso para quem conhece um pouco de política, não é mérito tão-somente de nossa terra, mas sim, de praticamente até mesmo de grandes lugares. Embora muitos se digam “apolíticos”, isso só demonstra uma ponta de insatisfação por não ter realizado algum objeto de seu desejo pessoal, mas no frigir dos ovos, até mesmo esse tipo de “anti alguma coisa”, já está involuntariamente tomando uma posição política. A política está no sangue de cada cidadão, quer que queira, quer não. Agora a questão a se indagar é: quem tem dentro de si a boa e a má política, eis a questão!?
      A maioria dos políticos não está nem aí para a questão principiológica de se fazer uma política diferente. A gente observa nas ilações que se fazem, tanto na oposição, quanto na situação, que querem algo diferente, mas que fique tudo como antes. Agora indago e isso, é uma questão de convicção minha mesma: como fazer uma pregação diferente e verdadeira, se não aparentar ser diferente e ser diferente de verdade? – Quem quer ser diferente, porém temerariamente com medo de agradar ou desagradar politicamente a alguém, não pode querer a boa política, então melhor não permanecer ou se dizer que é oposição de verdade, porque a continuar na mesma cantiga, então camararda, não dá para se enquadrar dentro de um figurino diferente daquilo que buscamos mudar, não meramente buscando no jogo de palavras iludir o povo repetidas vezes, mas sim, fazendo do que diz em determinado momento, objeto de ação para o futuro. Dizer e nada fazer, é o mesmo que nada dizer. Então melhor não brincar de ser oposição, porque ou se tomam posições diametralmente contrárias ao status quo vigente, ou então, melhor procurar outra lavagem de roupa, porque pregar uma coisa e fazer outra, ou mesmo ter medo de desagradar o “reizinho” do momento, isso no meu entender não é ser oposição de verdade e jamais vai querer implementar as mudanças que devem ser feitas, para ser justamente o diferencial, o novo que tanto queremos e desejamos para nosso Buíque.
  Sei perfeitamente da inércia, da omissão do povo, principalmente quando a gente tem um quadro político dantesco, hipócrita e degenerativo em nosso município, mas mesmo assim, se a gente não busca numa pregação e em práticas diferentes de verdade, então como querer ser oposição e fazer diferente do que vem sendo, hem minha gente?
     O povo também, principal ator nesse processo, precisa se conscientizar, cobrar mais de quem ou de uma forma ou de outra, lhes coloca no poder para se fazer representar, afinal de contas, quem está no poder tem que dar satisfação sim a esse povo, quer tenha votado ou não em quem está no pedestal do povo, e a melhor forma, é ser oposição de verdade, botar a boca no trombone, fazer movimentos de protestos, mobilização popular, greves se necessárias, fechar o comércio contra os desmandos, mas o que não se pode, nem se deve, é o fato de permanecer calado, omisso, porque vai chegar um dia, que diante de tanta inércia, de tanto esperar sentado que as coisas aconteçam, na base do, por exemplo: “que seja o que Deus quiser”; “está nas mãos de Deus”... – Alerta minha gente! – Que Deus pode dar uma ajudazinha, até pode se dá para acreditar, agora ficar inerte, omisso, sentado, calado, esperando que as coisas aconteçam, isso jamais vai se tornar realidade. Por isso mesmo, é que, pelo menos do ponto de vista político, oposição de verdade é para justamente se manifestar, se mobilizar, levar a sua mensagem de mudança, não de mentiras, mas de que quer realmente mudar de verdade e com essa pregação, procurar convencer o nosso povo, que na verdade, é uma tarefa difícil, porém, não impossível. Já diz o ditado popular, “de tanto se pingar em pedra dura, chega um momento, que ela amolece, se esfacela”. Então é isso minha gente, o que tinha a dizer hoje dentro do meu ponto de vista de visão política.

Um comentário:

Zé-Macaxeira Jirimu disse...

- Dr. Manoel, lá vai um bocado do doce, mais doce, que o doce, QUEBRA-QUEIXO, para o eleitor que achar o fio da meada deste novelo político, do meu torrão buiquense.

- Olhando para os políticos QUEBRA-ESQUINA do meu Buique é de lascar o queixo do eleitor hilariante, tão amado, pelo político amigo.

- O político é a imagem e semelhança do seu eleitor e o reflexo do seu caráter; A política é uma arte, a grande arte de enganar, o político é o artista, o eleitor, o boi ferrado.

Edílson
São Paulo